Veja repercussão pelo mundo sobre vitória de Donald Trump nos EUA

'Choque enorme', diz Ursula von der Leyen, ministra de Defesa

A vitória de Donald Trump na corrida pela Presidência dos Estados Unidos, provocou reações pelo mundo. As reações vão desde o espanto até a euforia de líderes de direita. Leia mais abaixo:

Vladimir Putin, presidente da Rússia
Enviou em um telegrama a Donald Trump e diz esperar uma melhora nas relações russo-americanas. Expressou a “esperança de que [seja realizado] um trabalho mútuo para tirar as relações entre Rússia e Estados Unidos de sua situação crítica” e “disse estar certo de que será iniciado um diálogo construtivo entre Moscou e Washington”.

Ursula von der Leyen, ministra de Defesa da Alemanha
“Choque enorme. Acho que Trump sabe que não foi um voto para ele, mas sim contra Washington, contra o establishment”.

Rodrigo Duterte, presidente das Filipinas
Em um comunicado ele enviou suas “calorosas felicitações” a Donald Trump pela recente vitória eleitoral. O líder asiático expressou seu desejo de "trabalhar com a administração futura para melhorar as relações entre Filipinas e EUA baseadas no respeito mútuo, benefício mútuo e o compromisso partilhado rumo a ideias democráticas e o Estado de direito", segundo a agência Efe.

Jean-Marie Le Pen, dirigente histórico da extrema-direita francesa e ex-presidente da Frente Nacional
“Os americanos querem @realDonaldTrump-lo o ‘Presidente do Povo’. Hoje, os Estados Unidos! França, amanhã! Parabéns!”

Jean-Marc Ayrault , ministro das Relações Exteriores da França
“A personalidade do republicano levanta questões e tenho dúvidas sobre o que significará um governo Trump para os principais desafios na política externa, das mudanças climáticas ao acordo sobre o programa nuclear do Irã e a guerra na Síria”.

Carl Bildt, ex-ministro das Relações Exteriores da Suécia
“Parece que esse será o ano do desastre duplo para Ocidente. Apertem os cintos”.

Martin Schulz, presidente do Parlamento Europeu
“Não será fácil, porque durante a campanha eleitoral escutamos alguns elementos de protecionismo, também algumas palavras preocupantes sobre mulheres, sobre minorias. Mas minha experiência também é a de que as campanhas eleitorais são diferentes da política real durante o mandato de um presidente, então espero que ele retorne para uma cooperação racional”.

Nigel Farage, líder da campanha vitoriosa para a saída do Reino Unido da União Europeia
“Eu entrego o manto a Donald Trump! Muitos parabéns! Você lutou uma brava campanha”.

David Duke, ex-líder da Ku Klux Klan e ex-integrante da Câmara dos Representantes pelo estado da Luisiana de 1989 a 1993
“Deus o abençoe. É hora de fazer a coisa certa. É hora de tomar a América de volta”.

Federica Mogherini, chefe da diplomacia da União Europeia (UE)
“As relações EUA-UE são mais profundas que qualquer mudança política. Continuaremos trabalhando conjuntamente, redescobrindo a força da Europa”.

Heiko Maas, ministro da Justiça da Alemanha
“O mundo não vai acabar, mas ficará mais louco”.

John Podesta, chefe de campanha de Hillary Clinton
“Todos os apoiadores devem ir para casa, descansar e dormir. Suas vozes e seu entusiasmo significam tanto para ela e para todos nós”.

Lu Kang, porta-voz do Ministério de Relações Exteriores da China
“Esperamos que o novo governo dos EUA possa trabalhar com a China em uma cooperação que beneficie aos povos de ambos países”.

Marine Le Pen, líder da extrema-direita na França,  presidente da Frente Nacional
“Felicitações ao novo presidente dos Estados Unidos, Donald Trump e ao povo americano”.

Mike Pence, vice de Donald Trump
“Noite histórica. O povo americano falou e elegeu seu novo campeão”.

Norbert Roettgen, membro da União Democrata Cristã e chefe do comitê de Relações Exteriores do parlamento alemão
“Estamos percebendo agora que não temos ideia do que o presidente americano fará se uma voz da raiva se tornar o homem mais poderoso do mundo. Estamos numa situação incerta”.

Ségolène Royal, ministra de Ecologia da França
“Ele não pode, ao contrário do que disse, impedir o Acordo de Paris”.

Steven Seagal, ator
“Parabéns Donald Trump pela sua impressionante vitória sobre o seu adversário! Ansioso para fazer a América grande novamente!”

Ted Cruz, senador republicano
“Felicito o presidente eleito Trump por uma vitória surpreendente para o trabalhador americano”.

Trevor Timm, Freedom of the Press Foundation
“Inimigo da liberdade de imprensa, ganhando a presidência dos EUA”.

Vladímir Yirinovski, líder ultranacionalista do Partido Liberal Democrático da Rússia (PLDR)
“ Com prazer, constatamnos que nos Estados unidos venceu o melhor dos candidatos que se submeteram ao veredito dos eleitores americanos. Que se acalme a situação na Ucrânia. Confiamos que o embaixador (dos EUA, John F. Tefft) se vá da Rússia”.


Image title

Image title

Image title

Image title

Fonte: Com informações do G1
logomarca do portal meionorte..com