Jogadora de vôlei diz ter sido espancada por taxista no Rio

Jogadora de vôlei se envolve em briga de trânsito com taxista

A jogadora de vôlei do Fluminense Luciana Severo se envolveu em uma briga de trânsito na última quinta-feira, em Ipanema, na Zona Sul do Rio. De acordo com publicação feita por Luciana em seu Facebook, um taxista a agrediu após uma discussão no trânsito, na Rua Prudente de Moraes. Luciana teve o dedo e o nariz quebrados. "Agredida em pleno dia, na Prudente de Moraes por um taxista. Quebrou meu nariz e dedo, não podendo assim, exercer minha função de trabalho", escreveu.

Segundo Luciana, a discussão começou quando ela parou o veículo no sinal vermelho.

- Eu estava parada no sinal vermelho. O sinal abriu. Meu carro é automático e eu estava engrenando a marcha quando ele começou a buzinar e gritar "sua p***, c****, não vai andar?". Ele sabia que era uma mulher no volante. Segui meu caminho e vi que ele me seguiu. No outro sinal, quando vi que ele veio em direção ao meu carro, desci pensando 'ele vai ver que sou mulher, estou arrumada, não sou problema para ele'. Achei que ele ia se acalmar, mas foi ao contrário. Ele me peitou e desferiu um soco na minha cara. Caí no chão e ele continuou a me agredir. Quem viu na rua disse que parecia que ele chutava uma bola de futebol. Eu só gritava por socorro - contou.

Além do dedo e nariz quebrados, Luciana está com hematomas e inchaços pelo corpo. Ela recebeu atendimento médico, mas terá que passar por uma cirurgia e ficar longe da quadra.

- Não vou poder jogar a final de vôlei do Fluminense que é no domingo. Ele me impediu de dirigir e de exercer a minha profissão. Vou ter que fazer uma cirurgia no meu nariz e foi atestado como lesão leve. Só nesse país! Quando cheguei no IML, eu ainda ouvi 'Nossa, uma mulher tão bonita, como ele bate?'. Não tinha nem sistema no IML. Eu deveria ter sido encaminhada para a Delegacia da Mulher e não fui.

A jogadora, agora, pretende processar o taxista pela agressão. O taxista Williams Lopes informou que Luciana foi quem iniciou a confusão. De acordo com ele, a jogadora parou no sinal verde. O mesmo fechou e reabriu e ela não andava. Foi quando ele e outro taxista teriam começado a buzinar.

Image title

Image title

Fonte: Com informações do Jornal Extra
logomarca do portal meionorte..com