Você precisa verificar a sua conta, acesse o seu e-mail

mais
URGENTE
Acidente em aeroporto de Teresina causa confusão em voôs para todo o país
Acesse a versão para celular

Jovem é acusada de assaltar e obrigar taxista a fazer sexo com ela

Após o assalto ela obrigou o motorista do táxi a transar com ela

Jovem é acusada de assaltar e obrigar taxista a fazer sexo com ela
Jovem é acusada de assaltar e obrigar taxista a fazer sexo com ela | Reprodução
Compartilhe
Google Whatsapp

A americana Brittany Carter, 23 anos, é acusada de assaltar um taxista e depois obrigá-lo a fazer sexo com ela. O caso aconteceu na cidade de Findlay, no estado de Ohio. A jovem está sendo acusada de assalto e de cometer estupro.

Brittany teria chamado um táxi quando estava hospedada no hotel TownPlace, em Findlay. Ela acionou o serviço da empresa Trinity Express Cab Service que solicitou o taxista de 29 anos para buscar a jovem.

Assim que o taxista chegou ao local onde Brittany estava, ela entrou no carro acompanhada de dois homens e um deles identificado pela polícia como Cory Jackson, 20 anos.

Brittany Carter
Brittany Carter


O episódio aconteceu em 28 de janeiro, mas foi divulgado somente esta semana. Um dos homens que acompanhava Brittany, Cory, estava armado com uma faca. Os três anunciaram o assalto quando o carro começou a andar pelo bairro. O taxista parou o veículo em uma rua deserta e entregou a ela o equivalente a R$ 300. Após dar o dinheiro aos assaltantes, Brittany, segundo o taxista, o obrigou a transar com ele ali mesmo, no carro, diante dos seus cúmplices de delito. 

Segundo a polícia o taxista fez sexo com a jovem "com a faca apontada para o pescoço da vítima".

Depois do assalto e da transa, os assaltantes fugiram a pé e, então, o motorista do táxi foi até a delegacia relatar o ocorrido. 

Cory acusado de participar do assalto
Cory acusado de participar do assalto


A polícia logo emitou mandados de prisão para os três acusados e conseguiu prender Brittany e Cory. A garota só sairá da cadeia após pagar o equivalente a R$ 200 mil de fiança. Cory teria estimulado Brittany e ameaçado o taxista durante o ato sexual. Ele não participou, mas ficou assistindo e gritando ofensas e intimidações.

O terceiro suspeito de participar do assalto não foi identificado e continua foragido. A jovem tem ficha policial, já foi presa duas vezes em 2016 por traficar heroína e seu comparsa Cory já foi preso por roubo e responde a uma acusação de assassinato.


Tópicos
Compartilhe
Google Whatsapp
Carregar os comentários (0)

comentários

fechar comentários
Nenhum comentário feito até o momento

veja também

Recomendamos

Localização

Definir a localização padrão

Central do usuário

Login pelas Redes Sociais

Nunca postaremos nada em seu nome


Login por e-mail

Use sua conta cadastrada por e-mail

Não tem conta no meionorte.com?

Cadastre-se

Termos de uso

Texto

Política de privacidade

Texto