Uma jovem identificada como Andressa dos Santos Freitas, de 26 anos, foi internada após ser encontrada desacordada e com várias marcas de agressões em Guarujá, no litoral de São Paulo.

O principal suspeito de cometer o crime é o seu companheiro, que teria apresentado comportamento agressivo e possessivo com a mulher, segundo informa a mãe da vítima. 

A autônoma foi encontrada em uma viela de um conjunto habitacional e foi levada para o Hospital Santo Amaro. De acordo com o hospital, a vítima está na UTI em estado estável.

Andressa foi encontrada com marcas de agressões em viela - Foto: Arquivo PessoalAndressa foi encontrada com marcas de agressões em viela - Foto: Arquivo Pessoal

A mãe da jovem, Roberta Cristina Neves dos Santos, de 45 anos, conta que Andressa e o companheiro, que não teve a identidade divulgada, estão juntos há cerca de dois anos. Ela relata que o casal teria ido ao conjunto habitacional para buscar o filho, de um ano, na casa de uma tia da jovem. A criança teria passado a noite com a parente enquanto os pais se divertiam em um "baile".

"Pessoas do conjunto habitacional me disseram que a viram chegando de Uber junto com ele [o genro]. O carro parou, e ele estava alterado. Bateu a porta com tudo", explica a mãe de Andressa. Ela acrescenta que a filha foi encontrada no chão do local por uma vizinha e levada à UPA no carro de outro morador. Nenhuma câmera de monitoramento teria filmado a agressão, segundo a mulher.

O companheiro, ainda de acordo Roberta, teria agredido a jovem por conta de ciúmes. Com base no relato dos moradores que flagraram a chegada do casal mais cedo, ela afirma que o homem voltou ao local de bicicleta, vestindo outras roupas e "assustado" com ocorrido.