Jovem morto ao cair de escada não usou equipamento de segurança

Staylon Karrel Sampaio de Brito, de 29 anos, morreu na segunda.

O jovem Staylon Karrel Sampaio de Brito, de 29 anos, que morreu após cair de uma escada no momento em que fazia instalação de internet em uma residência na cidade de Piracuruca,região Norte do Piauí, na segunda-feira (18), não fazia uso de equipamento de segurança, segundo informaram familiares e amigos.

De acordo com as informações repassadas, Staylon Karrel optou por não colocar o equipamento de segurança, enquanto que o parceiro de trabalho dele, não identificado, estava devidamente protegido. Os familiares acreditam que o uso do cinto poderia ter evitado a queda.

 Staylon Karrel Sampaio de Brito (Crédito: Reprodução)
Staylon Karrel Sampaio de Brito (Crédito: Reprodução)

Staylon Karrel estava fazendo uma manutenção, trocando os cabos e caiu de uma escada ao descer do poste próximo da residência. Após a queda, o jovem bateu a cabeça no chão e começou a ter convulsões, sendo levado para o Pronto Socorro de Piracuruca e morreu ao ser transferido para o Hospital Regional Chagas Rodrigues de Piripiri. 

A Secretaria de Estado da Saúde do Piauí informou que o quadro de saúde do jovem era grave e requeria transferência, mas não havia ambulância disponível em Piripiri e por conta disso a família providenciou uma ambulância particular. Staylon, no entanto, sofreu uma parada cardiorrespiratória e morreu durante o percurso. 

Natural de São José do Divino, Staylon Karrel é filho do empresário Fontenele Brito, proprietário da Terno & Cia, e dona Desterro. Ele deixa esposa e um filho. O jovem trabalhava fazendo manutenção na rede de um provedor de internet e era técnico administrativo.





 


Fonte: Portal Meio Norte
logomarca do portal meionorte..com