Jovem passa 2 dias vivo em geladeira de necrotério antes de morrer

O hospital e o IML não se pronunciaram sobre o caso

Uma família foi surpreendida ao saber que, após o filho sofrer um acidente e ser declarado morto, ele passou dois dias vivos na geladeira do necrotério. Msiszi Mkhive, de Kwa-Mashu, África, se envolveu em uma colisão de moto e transportado para o IML de uma cidade vizinha.

Dois dias depois, a família foi até lá para reconhecer o corpo. Ao colocarem a mão no filho, perceberam que ele ainda estava vivo. Uma ambulância foi chamada e encaminhou Msizi de novo para o hospital. Após cinco horas tentando ressuscitá-lo, os médicos declararam o homem morto, de novo.

“Não tenho palavras para expressar como eu me sinto sobre o que aconteceu com o meu filho. Passar a noite e o dia na geladeira de um necrotério é errado”, disse o pai. O hospital e o IML não se pronunciaram sobre o caso.


Fonte: Com informações do Metropoles
logomarca do portal meionorte..com