Jovem sofre com condição rara que a impede de urinar há 3 anos

O diagnóstico veio em seguida: síndrome de Fowler

A jovem inglesa Vikki Black, de 23 anos, foi diagnosticada com uma condição rara que causa retenção urinária e já está há três anos sem ir ao banheiro para urinar.

Tudo começou quando a jovem passou a sentir incômodo e ter dificuldades ao fazer xixi, mas o caso piorou. Semanas depois, ela simplesmente já não ia mais ao banheiro e começou a ficar inchada. "Parecia que eu estava na 20ª semana de gestação. Eu estava apertada e precisava ir ao banheiro, mas simplesmente não conseguia", conta ela em entrevista ao Daily Mail.

Sem outra alternativa, ela foi a um hospital e imediatamente encaminhada para a emergência, onde recebeu um cateter urinário que drenou 1,2 litro de urina.


Aparentemente recuperada, Vikki voltou para casa achando que seu organismo voltaria às funções normais, mas todos os sintomas voltaram e ela precisou voltar ao hospital para a implantação de um novo tubo para aliviar a bexiga e as dores.

O diagnóstico veio em seguida: síndrome de Fowler - uma doença rara que causa retenção urinária em mulheres geralmente entre 20 e 40 anos e afeta um músculo que controla a liberação da urina na bexiga.

"É tão raro que nem mesmo alguns médicos ouviram falar sobre isso. Mas tem um grande impacto. Não consigo fazer algo tão simples como urinar", afirma Vikki, que sofreu com infecções por conta do uso de cateteres para drenar a urina nos últimos três anos. "Eu tive cerca de 90 infecções e fiquei internada muitas vezes".

A única alternativa da jovem é passar por um implante gerador de pulsos elétricos para ajudar na estimulação dos músculos da bexiga: "A cirurgia é a minha última esperança. Estou desesperada para poder ir ao banheiro".

A jovem está fazendo campanha para arrecadar o valor necessário para a cirurgia. Até agora foram doados 6,9 mil libras (o equivalente a R$ 27,9 mil).


Fonte: Com informações da UOL
logomarca do portal meionorte..com