Você precisa verificar a sua conta, acesse o seu e-mail

mais
URGENTE
Acidente em aeroporto de Teresina causa confusão em voôs para todo o país
Baixe o nosso APLICATIVO
ESCOLHA A LOJA ABAIXO: Google Play AppStore
curiosidades rede meionorte blogs notícias entretenimento esportes cidades carros

Justiça concede liberdade para assassino confesso de Aretha Dantas

A cabeleireira tinha 32 anos de idade e namorou com Paulo por cerca de 1 ano. Segundo a polícia, durante esse período a vitima sofria agressões físicas e psicológicas.

Compartilhe
Google Whatsapp

Nesta segunda-feira (20), a Justiça decidiu pela liberdade provisória de Paulo Alves dos Santos Neto, acusado confesso de assassinar Aretha Dantas Claro, de 33 anos, encontrada morta com 28 perfurações de arma branca e sinais de atropelamento, na madrugada do dia 15 de maio de 2018,  Avenida Maranhão, na zona Sul de Teresina. A decisão foi publicada nesta terça-feira (21) no Diário da Justiça do Estado do Piauí.

Meio Norte

Paulo Alves dos Santos se entregou no Departamento Estadual de Homicídio e de Proteção à Pessoa (DHPP), na zona Sul de Teresina, na noite do dia 16 de maio de 2018

Foi decido que além da liberdade provisória, está sob o acusado algumas medidas cautelares que, segundo o juiz, 'mostram-se adequadas, com o fim de resguardar o regular seguimento do feito'. Como medidas, foi decidido que: 

  • Não se ausentar temporariamente ou definitivamente do município de sua residência, sem a devida autorização deste juízo; 
  • Comparecer mensalmente à CIAP (Central Integrada de Alternativas Penais), localizada na Praça Des. Edgar Nogueira, s/n, Centro Cívico, Fórum Cível e Criminal Des. Joaquim de Sousa Neto, 5º andar, Teresina (PI), para informar e justificar as suas atividades; 
  • Comparecer a todos os atos do processo para os quais for intimado; 
  • formar a este Juízo sobre eventual mudança de endereço; 
  • Não praticar outras condutas delitivas.

Veja a decisão na íntegra:


Exame de sanidade mental

O resultado do exame de sanidade mental feito em Paulo Alves dos Santos Neto, acusado de matar a cabeleireira Aretha Dantas, divulgado pelo Hospital Aerolino de Abreu em 2019, constatou que Paulo não possuiu nenhum problema mental quando cometeu o crime.

Reprodução/Redes Sociais.

Os médicos que analisaram o caso foram Juarez Lobo Bessa e José Heráclito Pereira Vale, segundo eles, Paulo sabia muito bem o que estava fazendo no dia do crime, agindo de forma premeditada e não sofreu nenhum surto psicótico. Os laudos detectaram que ele não possuía nenhum comprometimento de suas capacidades de entendimento na época do crime, que aconteceu no mês de maio do ano passado. 

A cabeleireira tinha 32 anos de idade e namorou com Paulo por cerca de 1 ano. Segundo  a polícia, durante esse período a vitima sofria agressões físicas e psicológicas.

O caso

Aretha Dantas, de 32 anos, foi encontrada morta com perfurações de faca e marcas de atropelamento na Avenida Maranhão, zona Sul de Teresina, na madrugada do dia 15 de maio. A vitima foi esfaqueada pelo menos 20 vezes e depois teve o corpo atropelado.

Meio Norte

A arma utilizada no crime [uma faca] foi encontrada no interior de um veículo estacionado na casa do suspeito, localizada no Parque Poti, zona Sudeste de Teresina, local onde os policiais realizaram buscas. No veículo encontrado dentro da casa há marcas de sangue.

Reprodução/Facebook

Informações repassadas pela polícia apontam que Aretha Dantas  teria iniciado um novo namoro após o término do relacionamento com Paulo Alves, mesmo assim, continuou sendo procurada pelo ex-companheiro através de uma amiga. Segundo amigos e familiares, a vítima tentava seguir a vida com o novo namorado, mas era constantemente procurada pelo ex. A família acredita que a insistência em reatar o relacionamento motivou o crime.


Tópicos
Compartilhe
Google Whatsapp

veja também

Não venda minhas informações pessoais

Central do usuário

Login pelas Redes Sociais

Nunca postaremos nada em seu nome


Login por e-mail

Use sua conta cadastrada por e-mail

Não tem conta no meionorte.com?

Cadastre-se