Você precisa verificar a sua conta, acesse o seu e-mail

mais
URGENTE
Acidente em aeroporto de Teresina causa confusão em voôs para todo o país
Baixe o nosso APLICATIVO
ESCOLHA A LOJA ABAIXO: Google Play AppStore
curiosidades rede meionorte blogs notícias entretenimento esportes cidades carros

Leilão de bens apreendidos do tráfico acontece pela 1ª vez no Piauí

Até o final deste mês, os interessados podem dar lances para arrematar um dos 160 ativos disponíveis entre tablets, celulares, computadores, barras de ouro e diamantes.

Compartilhe

O Ministério da Justiça e Segurança Pública (MJSP), através da Secretaria Nacional de Políticas sobre Drogas (Senad/MJSP), realiza pela primeira vez no Piauí e mais outros três estados, leilões virtuais para a venda de bens alienados do tráfico de drogas. Veículos, motociclietas, caminhões e sucatas poderão ser arrematados pela metade do valor de mercado. As itens estarão disponíveis até o dia 30 de julho. 

O estados do Acre, Paraíba e Pernambuco também foram os contemplados. “A chegada pioneira dos leilões nesses estados alcança a marca de 44 leilões realizados em todo o país. Até o final deste ano, pretendemos contemplar todo o país por meio da realização de 100 leilões”, disse o secretário Nacional de Políticas Sobre Drogas, Luiz Beggiora. 

Leilão ficará aberto até o dia 30 deste mês (Reprodução)

Do total arrecadado com a venda dos bens alienados do tráfico de drogas, 40% do valor é destinado para estruturar e equipar as forças policiais responsáveis pela apreensão. O outro montante é destinado ao Fundo Nacional Antidrogas (Funad) que dispõe hoje de R$ 92 milhões para financiar, entre outros, projetos e ações de prevenção e de combate ao tráfico de ilícitos.

VEJA OS ITENS EM LEILÃO CLICANDO AQUI

A agenda de leilões também foi aberta no Ceará, no Rio de Janeiro e em São Paulo. Até o final deste mês, os interessados podem dar lances para arrematar um dos 160 ativos disponíveis entre tablets, celulares, computadores, barras de ouro e diamantes. Em leilões anteriores realizados este ano, os três estados contribuíram com a venda de 607 ativos que resultou no aporte de mais de R$ 4,7 milhões.

Balanço 

De novembro até julho, foram realizados 40 leilões, com arrecadação de R$ 16 milhões no arremate de 1.600 ativos nos seguintes estados: Amazonas, Ceará, Distrito Federal, Espírito Santo, Goiás, Minas Gerais, Mato Grosso, Mato Grosso do Sul, Paraná, Rio de Janeiro, Rio Grande do Norte, Roraima, Rio Grande do Sul, Santa Catarina, São Paulo e Tocantins.




Tópicos
Compartilhe
Não venda minhas informações pessoais

Central do usuário

Login pelas Redes Sociais

Nunca postaremos nada em seu nome


Login por e-mail

Use sua conta cadastrada por e-mail

Não tem conta no meionorte.com?

Cadastre-se

Podcast

Selecione seus podcasts

atualizar