A Polícia Civil informou que abriu um inquérito para investigar uma suspeita de estupro contra uma criança de 7 anos em Brusque, no Vale do Itajaí. A mãe da menina informou à PM que o crime foi cometido por um homem após ela deixar a filha na casa de uma amiga para trabalhar.

Crime teria sido comentado na casa de uma amiga da mãe Crime teria sido comentado na casa de uma amiga da mãe 

A mulher relatou à polícia que a menina estava mais calada do que o de costume quando voltou para buscá-la, no dia seguinte. Após muita conversa, segundo a mãe, a criança revelou que tinha sido abusada sexualmente por um homem que estava na residência.

A mulher disse que o suspeito possui HIV. A polícia, no entanto, não confirmou a informação.

Acompanhada da PM, a mãe levou a filha ao hospital. Segundo os policiais, a mulher informou que os exames médicos apontaram ferimentos nas partes íntimas da garota de sete anos. O Conselho Tutelar foi acionado para acompanhar a família. A Polícia Civil não comentou sobre os exames.

A Delegacia de Proteção à Criança, ao Adolescente, à Mulher e ao Idoso (DPCami) informou que "as providências legais estão sendo adotadas". Como o caso envolve uma vítima menor de idade, a apuração corre sob sigilo.

O homem apontado como responsável teria sido identificado e localizado pela PM no bairro Águas Claras, em Brusque, mas não foi preso porque não havia mais situação de flagrante.