Mãe se revolta após filho com distúrbios ser detido por guarda

O incidente, segundo ela, foi "horrível e desnecessário"

Revoltada com a forma com que seguranças de um aeroporto de Dallas, o Fort Worth Airport, nos Estados Unidos, trataram seu filho, a americana Jennifer Williamson usou as redes sociais para desabafar sobre o incidente que, segundo ela, foi "horrível e desnecessário". 

Portador de um distúrbio identificado com TPS, ou Transtorno de Processamento Sensorial, condição associada ao autismo que causa forte desconforto em pessoas ao serem tocadas, Aaron foi detido por mais de uma hora no local pelos guardas do aeroporto na manhã do último domingo, 26 de março, embora não tenha disparado o detector de metais. Segundo a mãe, mesmo pedindo para que eles não realizarem a revista, com medo de perturbar o adolescente, os seguranças fizeram a inspeção.

"Nós fomos tratados como cachorros porque eu pedi que eles revistassem o Aaron de maneira diferente das regras. Ele tem TPS e eu não queria que meu filho fosse revistado dessa maneira. Ele não disparou nenhum alarme. Ele fisicamente não criou nenhum alarme durante a triagem, ele passou pelo detector bem. Ele ainda está me perguntando: "Eu não sei o que eu fiz. O que eu fiz?", escreveu Jennifer em sua conta do Facebook, na qual compartilhou um vídeo do momento da revista. Desde que foram postadas, as imagens já alcançaram quase 6 milhões de visualizações e foram compartilhadas quase 100 mil vezes.

Image title

Fonte: Com informações da UOL