Mais de 1 mil candidatos fazem prova do Enem em Teresina

Candidatos prejudicados por falta de energia e detentos.

Quase mil candidatos fazem a prova do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) em Teresina nesta terça-feira (12). Desse total, 700 foram prejudicados devido falta de energia elétrica no primeiro domingo de aplicação de prova e o restante, 313, corresponde ao número de pessoas privadas de liberdade e jovens sob medida socioeducativa (Enem PPL).

Muitos candidatos que fariam a prova hoje se atrasaram e não conseguiram chegar antes do prazo estabelecido.  A aplicação para pessoas  privadas de liberdade acontece em 14 unidades prisionais do estado, visando atingir o maior percentual de detentos que estão inseridos em programas educacionais. 

Em Teresina, segundo o Inep (Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira), 767 candidatos deixaram de fazer as provas devido problemas com o fornecimento de energia elétrica em uma faculdade particular, localizada na zona Leste, onde ocorreria a primeira aplicação. 

No total foram 3,5 mil pessoas prejudicadas. Os problemas ocorreram em nove locais: um em Olinda (PE), um em Teresina (PI), e em sete endereços em Uruaçu (GO).

Piauí alcançou a menor abstenção no primeiro dia do Exame Nacional do Ensino Médio. O índice do estado foi de 74,70% de presença, superando a Paraíba, com 74,10%, e o Ceará, com 72,20%. Os dados foram divulgados pelo Ministério da Educação.




Fonte: Portal Meio Norte
logomarca do portal meionorte..com