Você precisa verificar a sua conta, acesse o seu e-mail

mais
URGENTE
Acidente em aeroporto de Teresina causa confusão em voôs para todo o país
Baixe o nosso APLICATIVO
ESCOLHA A LOJA ABAIXO: Google Play AppStore

Manifestantes bloqueiam rodovia PI-130 com fogueira e troncos de árvores

Eles bloquearam a rodovia e impediram a passagem de veículos

Manifestantes bloqueiam rodovia PI-130 com fogueira e troncos de árvores
Manifestação | José Alves Filho
Compartilhe

A semana começou com manifestação na PI-130, que liga Teresina a Palmeirais. Desde as 5 horas da manhã, moradores que residem próximo a PI-130, nos povoados Bom Jardim e Passagem de Santo Antônio, ambos no município de Nazária, impediram a passagem de veículos, bloqueando a rodovia com pedras, troncos de árvores e pneus queimados, manifestando contra a paralisação das obras de asfaltamento da estrada.


Segundo Rodimar Garbin, da coordenação do Movimento Sem-Terra, a ordem de serviço para a obra foi entregue pelo governador Wellington Dias em junho. “De acordo com a ordem de serviço, as obras deveriam ser finalizadas em um ano, mas o governador nos garantiu que dentro de seis meses a obra estaria concluída. No entanto, as obras estão paralisadas e a população já sente os prejuízos causados pela poeira”, ex- plica.


Rodimar acrescenta que apenas 25% dos trabalhos da obra foram feitos e que, com a retirada do asfalto, a poei ra está trazendo sérios ris cos para a população. “A in satisfação é geral. Eles reti raram 6 km de estrada, que está só na piçarra, que faz com que haja uma grande quantidade de poeira. Ne- nhuma satisfação foi dada à população”, justifica, lem- brando que a área paralisa- da da obra é a que é mais povoada, onde moram cerca de 400 famílias.


O prefeito de Palmeirais, Marcos Almeida, foi acompanhar de perto a manifestação. De acordo com ele, a manifestação é justa e a população merece uma resposta em relação à paralisação da obra. “A manifestação é justa. Essas pessoas estão tendo suas vidas prejudica das por conta da paralisa-ção de uma obra. Entrei em contato, pessoalmente, com o governador para que fosse tomada uma providência.


Inclusive, queremos que as caçambas parem de circular nesse trecho enquanto a obra está sendofeita, já que a maior parte da poeira é trazida devido à intensa circulação desses caminhões”, pontua. A decisão de interditar a PI-130 veio depois da realização de duas assembléias com a comunidade, onde foi elaborado um documento contendo as reivindicações da população. Os moradores tentam uma negociação com o Governo do Estado. “Não sairemos daqui até que nos sejam dadas garantias e prazos de finalização da obra. Não podemos admitir esse descaso”, garantem.


Tópicos
Compartilhe
Não venda minhas informações pessoais

Central do usuário

Login pelas Redes Sociais

Nunca postaremos nada em seu nome


Login por e-mail

Use sua conta cadastrada por e-mail

Não tem conta no meionorte.com?

Cadastre-se

Podcast

Selecione seus podcasts

atualizar