Margarete Coelho:'Criamos o 1° Núcleo de Feminicídio do Brasil'

Margarete esteve no Fórum Brasileiro de Segurança Pública.

A governadora em exercício Margarete Coelho, durante fala no 11° Encontro Anual do Fórum Brasileiro de Segurança Pública, no Centro de Convenções Rebouças, em São Paulo, destacou o trabalho realizado no Piauí ao abordar o tema  central do evento “Reforma e Modernização das Instituições Policiais”.

No evento, pesquisadores, representantes da sociedade civil organizada e do setor privado, policiais e membros do sistema de justiça criminal trocam experiências e tratam por meio de painéis, workshop internacional, conferências e rodas de conversas sobre diversos temas a cerca da necessidade da modernização da segurança pública e aproximação entre polícia e sociedade.

Governadora em exercício Margarete Coelho (Crédito: Danilo Ramos/Divulgação)
Governadora em exercício Margarete Coelho (Crédito: Danilo Ramos/Divulgação)

“O Estado do Piauí se alegra muito em ter oportunizado um debate como esse, que será levado durante esses três dias com todas as unidades da federação, entidades e instituições que tem estudiosos e pesquisadores”, afirmou a governadora. 

Margarete destacou a  criação do Núcleo de Feminicídio,  do Núcleo de Estudo e Pesquisa em Violência de Gênero da Polícia Civil do Piauí e do Plantão de Gênero na Central de Flagrantes. 

“Temos nos debruçado com muito afinco e o apoio necessário do governador Wellington Dias no enfrentamento à violência contra a mulher. Criamos o primeiro Núcleo de Feminicídio do Brasil, a primeira delegacia de Feminicídio, o Plantão de Gênero que funciona na Central de Flagrante nos finais de semana” declarou e acrescentou, que a Segurança Pública trabalha com o objetivo de tornar todas as delegacias do estado em delegacias da mulher, onde as vitimas são atendidas de uma forma humana por profissionais capacitados.

O diretor presidente do Fórum Brasileiro de Segurança Pública (FBSP), Renato Sérgio de Lima, frisou que modernizar o setor é um “desafio gigantesco”, mas que o momento exige “disposição para enxergar oportunidades e pensar em saídas”.

Uma correalização do FBSP com o Instituto Avon e o Núcleo de Estudos da Violência  NEV/USP o evento reúne mais 600 pessoas. As delegadas Anamelka Cadena, Thaís Paz, o delegado João Marcelo e a diretora de Gestão Interna da Secretaria de Segurança, Eugênia Villa também participam  dos grupos de trabalho sobre  políticas de redução de homicídios, crime organizado e prisões, violência contra a mulher, relação entre polícia e sociedade e modernização e reformas das instituições policiais. 



Fonte: Com informações do Portal do Governo
logomarca do portal meionorte..com