Margarete e Câmara Setorial discutem estratégias de segurança

As demandas da Câmara abrangem diversos pontos

Nesta segunda-feira (12), a vice-governadora do Piauí, Margarete Coelho recebeu representantes da Câmara Setorial do Polo Empresarial de Saúde de Teresina juntamente com o comando da Polícia Militar do Estado para tratar do plano de estratégias para garantir a segurança da região, onde se situam os hospitais e clínicas na capital.  O setor apresenta Teresina como centro de referência no Brasil em diversas áreas especializadas, desenvolvendo medicina avançada e procedimentos de alta complexidade.

Ao iniciar a reunião, a vice-governadora Margarete Coelho destacou a importância de se ter Câmara Setorial para o executivo. “Para nós, que fazemos o Governo do Estado, é importante ouvir as necessidades e  demandas dos setores. Isso orienta a nossa administração e faz com que tenhamos uma qualidade de gastos seja alcançada e a efetividade da ação seja mais imediata. As demandas da Câmara versam sobre pontos como a questão do saneamento básico, acessibilidade, mobilidade e qualidade da energia. Mas, hoje a reunião foi especificamente sobre a segurança pública”, disse.

O Comandante da Polícia Militar do Piauí, coronel Carlos Augusto, destacou o empenho do Governo do Estado. “Estamos buscando um caminho, onde possamos atender melhor aos lojistas, empresários do polo de saúde e a sociedade como todo. Vamos estabelecer juntamente com a diretoria das clínicas de um cartão programa que terá como finalidade acompanhar a frequência da ronda policial pela região das clínicas”, destacou e acrescentou a importância da instalação de monitoramento e vigilância com câmeras em diversos setores das clínicas, corredores, estacionamentos e arredores dos hospitais e clínicas.

“É interessante que a direção e os proprietários das clínicas adotem as câmeras de monitoramento. Pois, facilita a logística para a captura dos meliantes. Eles poderão se integrar à nossa Central de Monitoramento com acompanhamento 24 horas. Outra ideia a ser discutida é a inclusão do botão do pânico que já é utilizado pelos taxistas e moto-taxistas. O fato é que, existem responsabilidades do Governo do Estado e nós vamos cumpri-la da melhor forma, e outras que é do proprietário das clinicas e hospitais. Vamos sentar e conversar em busca de um consenso para discutir o que podemos contribuir e o que eles podem fazer para o funcionamento regular do sistema”, ressaltou.

As ações da Câmara Setorial em parceria com o Governo do Estado serão programadas a partir desta terça e implementadas a curto, médio e longo prazo a fim de que essa insegurança seja resolvida no pólo de saúde da capital. “Os representantes do pólo apresentaram reivindicações e ficou ajustado inicialmente, um cronograma de trabalho entre a Polícia Militar e a Secretaria de Segurança Pública para tratar das estratégias que serão colocadas à disposição do pólo; parcerias entre o público e o privado na capacitação de pessoal por meio de treinamento para aqueles que trabalham nas clínicas; a questão da interligação das câmeras com as da Central de Monitoramento da Polícia Militar para que possa acompanhar em tempo real as intercorrências da região,” afirma a vice-governadora.

O presidente da Câmara Setorial do Pólo de Saúde de Teresina, Jefferson Campelo saiu otimista com a discussão da pauta e soluções para a segurança do Pólo de Saúde. “Primeiramente gostaria de enfatizar que fomos bem recebidos e estamos saindo daqui otimistas em relação às medidas que serão tomadas. Reivindicamos basicamente que a gente tenha uma ronda policial mais efetiva naquele setor do pólo de saúde, crie o botão do pânico, que foi plenamente acatado pela cúpula da Polícia Militar do Estado do Piauí.

O Polo de Saúde é uma área localizada no Centro de Teresina que cresceu em torno do Hospital Getúlio Vargas, reunindo hospitais, clínicas, consultórios médicos e laboratórios, além de lojas de produtos ortopédicos e de materiais médico-hospitalar e óticas.

Na oportunidade, a diretora geral do Hospital Getúlio Vargas (HGV), Clara Leal; o secretário de estado de segurança, Fábio Abreu; o Comandante de Policiamento da Capital Norte-Sul (CPC Norte-Sul), coronel Paulo de Tarso; e o Comandante de Policiamento Leste-Sudeste (CPC Leste-Sudeste), coronel Wagner Torres; estiveram também discutido ações do planejamento estratégico na área da segurança pública.

Fonte: Com informações do Portal do Governo
logomarca do portal meionorte..com