Você precisa verificar a sua conta, acesse o seu e-mail

mais
URGENTE
Acidente em aeroporto de Teresina causa confusão em voôs para todo o país
Baixe o nosso APLICATIVO
ESCOLHA A LOJA ABAIXO: Google Play AppStore

Médico piauiense Eustáchio Portella Filho morre aos 91 anos no RJ

Nas redes sociais, a sobrinha do médico, a deputada federal Iracema Portella (PP) lamentou a morte do tio.

Compartilhe

O médico psiquiatra piauiense Eustáchio Portella Nunes Filho, de 91 anos, morreu na noite de terça-feira (06), no Rio de Janeiro. As causas da morte não foram divulgadas. 

Nas redes sociais, a sobrinha do médico, a deputada federal Iracema Portella (PP) lamentou a morte do tio. "Meu tio Eustachio Portella Nunes Filho, grande homem e grande médico, cumpriu sua missão aqui na Terra cuidando e ajudando milhares de pessoas através da psiquiatria. Que Deus o receba com muito amor ❤️."



Eustachio Portella Nunes era natural do município de Valença do Piauí, era professor aposentado da Universidade Federal do Rio de Janeiro - UFRJ, além de ser escritor e pesquisador. Ele também ocupava a cadeira de número 16 da Academia Piauiense de Letras e era membro titular da Academia Nacional de Medicina

Em nota do governo do Piauí lamentou a morte do médico e se solidarizou com os amigos e familiares. "Neste momento de dor, em nome dos piauienses, o governador Wellington Dias se solidariza com os familiares e amigos de Eustachio Portella Nunes Filho."

Cofira a nota na íntegra

Nota de pesar

O Governo do Estado do Piauí lamenta o falecimento de Eustachio Portella Nunes Filho. Natural de Valença no Piauí, Eustachio se tornou médico, professor e era ocupante da Cadeira 16, da Academia Piauiense de Letras. Um intelectual que se destacou pela contribuição à medicina, principalmente, na área da psiquiatria.

Neste momento de dor, em nome dos piauienses, o governador Wellington Dias se solidariza com os familiares e amigos de Eustachio Portella Nunes Filho.

A reitoria da Universidade Federal do Rio de Janeiro também lamentou a morte do docente: "Uma perda não apenas para a comunidade acadêmica, mas para o país"

Confira a nota

Foi com pesar que a Reitoria da UFRJ teve ciência, na terça-feira, 6/10, do falecimento de Eustáchio Portella Nunes Filho, professor emérito da UFRJ e membro titular da Academia Nacional de Medicina. Uma perda não apenas para a comunidade acadêmica, mas para o país. Eustáchio faleceu em casa, aos 91 anos.

Nascido em Valença do Piauí, ele era médico, professor, conferencista e escritor. Graduado pela Faculdade de Medicina da então Universidade do Brasil, foi médico do Serviço Nacional de Doenças Mentais, aprovado em concurso público em primeiro lugar. 

Foi diretor do Instituto de Psiquiatria (Ipub) e professor titular de Psiquiatria e Saúde Mental da Faculdade de Medicina da UFRJ, ao mesmo tempo em que também lecionou na Universidade do Estado do Rio de Janeiro (Uerj). Integrou diversas bancas examinadoras para ingresso de professores na área nas principais universidades do país, entre as quais Universidade de São Paulo (USP) e Universidade Estadual de Campinas (Unicamp). 

Eustáchio presidiu diversas federações e é autor de uma farta bibliografia. O professor deixa um admirável legado. A Reitoria da UFRJ presta sinceras condolências à família, aos amigos e à comunidade acadêmica da UFRJ, aos quais desejamos força e esperança neste momento difícil.

Reitoria da UFRJ


Tópicos
Compartilhe
Não venda minhas informações pessoais

Central do usuário

Login pelas Redes Sociais

Nunca postaremos nada em seu nome


Login por e-mail

Use sua conta cadastrada por e-mail

Não tem conta no meionorte.com?

Cadastre-se

Podcast

Selecione seus podcasts

atualizar