Médicos de Teresina suspendem atendimentos via IPMT/Plante

A decisão foi tomada em Assembleia Extraordinária

O Sindicato dos Médicos do Estado do Piauí (SIMEPI) anunciou a suspensão nas consultas e procedimentos dos planos de saúde IPMT / PLANTE, resguardando apenas os casos de urgência e emergência durante sete dias em Teresina.

A decisão foi tomada em Assembleia Extraordinária, realizada em 18 de julho de 2017 no auditório da sede do sindicato.

Image title

Os valores do IPMT / PLANTE estão muito defasados e, após várias tentativas de negociação, não se chegou ao êxito. Além de que o plano vem piorando a situação, querendo repassar para os médicos um software de informatização por meio de sistema biométrico, com ônus total para o profissional. Sendo que esta responsabilidade é total do plano e não dos médicos.

Em nota, o SIMEPI, entidade que representa a classe médica,  afirma que vem tentando dialogar desde janeiro de 2017 sem sucesso.

IPMT se pronuncia

Em resposta a nota veiculada pelo Sindicado dos Médicos do Estado do Piauí (SIMEPI), o Instituto de Previdência do Município (IPMT) afirma que, em março, foi concedido um aumento no valor 7,69% a ser aplicado nas consultas eletivas, com pagamento retroativo a janeiro.

O IPMT informa também que, no dia 04 de julho, estava agendada uma audiência com o Presidente do instituto e membros do Sindicato, mas ninguém compareceu e nem houve um comunicado do Sindicato no sentido de reagendar uma nova audiência.

A Diretoria executiva do IPMT esclarece ainda que, em relação às ações administrativas, cabe ao instituto deliberar para o bom gerenciamento das ações, sendo a biometria uma prerrogativa de controle do plano de saúde funcionando desde 2014.  

Em caso de paralisação, o IPMT deve ser avisado com 30 dias de antecedência por parte dos credenciados, caso contrario, estarão descumprindo cláusula contratual e sujeito as sanções cabíveis.

 

Fonte: Com informações da Assessoria de Comunicação