Moro lamenta: "Sem Teori, não teria havido Operação Lava Jato"

Ministro morreu após a queda de um avião em Paraty, no Rio.

O juiz federal Sérgio Moro, responsável pelos processos da Operação Lava Jato, em primeira instância, lamentou a tragédia com o relator da Lava Jato no Supremo Tribunal Federal (STF), o ministro Teori Zavascki, que morreu após a queda de um avião em Paraty, no litoral sul do Rio de Janeiro, na quinta-feira (19),

"Tive notícias do falecimento do Ministro Teori Zavascki em acidente aéreo. Estou perplexo. Minhas condolências à família. O Ministro Teori Zavascki foi um grande magistrado e um herói brasileiro, exemplo para todos os juízes, promotores e advogados deste país. Sem ele, não teria havido Operação Lava Jato. Espero que seu legado de serenidade, seriedade e firmeza na aplicação da lei, independentemente dos interesses envolvidos, ainda que poderosos, não seja esquecido", lamentou. 

A ex-presidente Dilma Rousseff, via redes sociais, também lamentou a morte do ministro do STF. "É com imenso pesar que recebo a notícia da trágica morte do ministro Teori Zavascki. Hoje perdemos um grande brasileiro. Como juiz e cidadão, Teori se consagrou como um intelectual do Direito, zeloso das leis e da Justiça. Tive o privilégio de indicá-lo para ministro do Supremo Tribunal Federal (STF), com ampla aprovação do Senado. Desempenhou esta função com destemor como um homem sério e íntegro. Lamento a dor da família e dos amigos, recebam meus sentimentos de pesar e respeito", escreveu Dilma em sua postagem.


Fonte: Com informações do G1
logomarca do portal meionorte..com