O jornalista Herculano de Morais, membro da Academia de Letras do Vale do Longá – ALVAL e da Academia Piauiense de Letras, morreu em Teresina, aos 73 anos e deixa um filho Yuri Morais e a esposa Nilza Morais.

Segundo o filho  Yuri, o pai sentiu mau no domingo quando foi internado em um hospital particular. E veio a falecer no final da tarde. Herculano Moraes da Silva Filho nasceu no dia 2 de maio de 1945, no município em São Raimundo Nonato, no sul do Piauí.

O acadêmico, escritor, poeta, jornalista, analista literário, romancista e historiógrafo Herculano Moraes é um dos pioneiros no processo de interiorização e democratização da cultura.

Era filho de Herculano Moraes da Silva e Olinda Moraes da Silva. Idealizou, fundou e instalou a Academia de Letras do Vale do Longá (ALVAL) e a Academia de Ciências do Piauí. Foi diretor do Teatro 4 de Setembro e da Casa Anísio Brito, em Teresina.

O filho de São Raimundo Nonato foi também Chefe de Gabinete da Secretaria de Estado da Educação. No Governo Lucídio Portella, foi nomeado Secretário de Estado da Comunicação.