Morre jovem que foi queimado em protesto na Venezuela

Com a morte de Figuera, sobe para 65 o número de vítimas

Um jovem que foi esfaqueado e queimado por supostos manifestantes opositores ao governo da Venezuela em 20 de maio em Caracas, morreu na madrugada deste domingo (4), informou a Procuradoria venezuelana.

Orlando Figuera, de 22 anos, morreu no hospital onde estava recebendo tratamento para as graves queimaduras que sofreu durante o ataque. 

Morre jovem que foi queimado em protesto na Venezuela
Morre jovem que foi queimado em protesto na Venezuela


Com a morte de Figuera, sobe para 65 o número de vítimas que morreram durante as manifestações.

Os protestos da oposição, que exigem a saída de Maduro em eleições gerais, também deixaram quase mil feridos, segundo a Procuradoria, e cerca de 3 mil detidos, de acordo com a ONG Foro Penal.

Fonte: Com informações do G1