Artista plástico Afrânio Pessoa morre aos 87 anos

Ele morreu nesta segunda em sua residência em Teresina

Morreu nesta segunda-feira (26), o artista plástico piauiense Afrânio Pessoa Castelo Branco, aos 87 anos, em sua residência no bairro Piçarra, na zona sul de Teresina.

O artista que, nasceu em Teresina, em 1930, tem reconhecimento nacional e internacional e formou-se em em artes plásticas pela Escola Nacional de Belas Artes, em 1960. Afrânio Pessoa recebeu menção honrossa no 9º Salão Nacional de Arte Moderna, Rio de Janeiro. Esteve presente, em 1967 e 1969, em edições na Bienal Internacional de São Paulo com os trabalhos: "O Anjo do Cachimbo" e "Enterrado Duas Vezes". 

Foi o elaborador de painéis para reitoria da Universidade Federal do Piauí e para nova sede da Cepisa e também para o Palácio da Justiça. 

Sua última exposição em Teresina ocorreu no mês de fevereiro deste ano no espaço de decoração da empresária Elizabeth Mendonça que teve cobertura da coluna Inside de Rivanildo Feitosa, para o Meio Norte. (Veja fotos).


Afrânio Pessoa Castelo Branco (Crédito: Magal)
Afrânio Pessoa Castelo Branco (Crédito: Magal)
Afrânio Pessoa Castelo Branco (Crédito: Magal)
Afrânio Pessoa Castelo Branco (Crédito: Magal)
Painel inspirado em folclore nordestino BUMBA MEU BOI, exposto no salão nobre da Universidade Federal do Piauí. ano 1972.
Painel inspirado em folclore nordestino BUMBA MEU BOI, exposto no salão nobre da Universidade Federal do Piauí. ano 1972.


Fonte: Portal MN
logomarca do portal meionorte..com