Mulher dá à luz ao neto para ajudar filha que não podia engravidar

O médico sugeriu que ela congelasse alguns óvulos

Dez anos atrás, Maddie Barker, então com 14 anos, foi diagnosticada com uma doença no colo do útero que a impediria de ter filhos. Ela e a mãe, Megan, deixaram o consultório médico às lágrimas, e Megan fez uma promessa: quando a jovem decidisse que estava na hora de ter filhos, ela mesma carregaria o bebê.

Apesar de ter achado a ideia “totalmente esquisita” na época, os anos foram passando e o pensamento foi mais aceito. Em 2015, Maddie, que tem o útero e o colo do útero mal formados, foi diagnosticada com um pequeno tumor no local. O médico sugeriu que ela congelasse alguns óvulos antes da cirurgia para remoção.

Quando Maddie e Tyler decidira que era hora de ter um filho, chegaram a procurar alguém disposto a ser barriga de aluguel, mas o preço (mais de 70 mil dólares) impediu o projeto. Então, Megan se colocou à disposição de novo. E o casal decidiu abraçar a ideia.

O pequeno Gus nasceu no dia 22 de outubro, perfeitamente saudável, após nove meses na barriga da avó. A fertilização in vitro deu certo logo na primeira tentativa, e a gestação ocorreu sem grandes problemas. “Ela é minha mãe e melhor amiga”, diz Maddie, que acha “incrível uma mãe fazer isso por sua filha”.

Megan tem duas outras filhas, de 11 e 13 anos, que precisaram de uma boa conversa para entender a situação e, segundo a família, reagiram muito positivamente. Agora, Maddie e Tyler assumiram a criação do menino, com Megan ajudando como qualquer outra avó. Com um detalhe: ela é também a responsável pela amamentação do bebê.

Image title

Image title

Image title

Image title

Image title

Fonte: Com informações do Hypeness
logomarca do portal meionorte..com