Mulher é condenada a prisão após esfaquear ex-namorado até a morte

Após ser presa, Hasna disse que não via o ex há meses

Uma mulher de 25 anos é acusada de esfaquear o ex-namorado até a morte após descobrir que ele estava saindo com uma nova mulher, que havia começado a seguí-lo no Instagram.

Hasna Begum começou a perseguir o ex, o dj italiano Pietro Sanna, de 23 anos, nas redes sociais após os dois terminarem em dezembro do ano passado.

Quando descobriu que Pietro estava saindo com uma nova pretendente, Giulia Consonni, Hasna apareceu na casa do ex, em Canning Town, em Londres, e o esfaqueou 36 vezes. Ela ainda roubou o celular do ex e apagou as contas deles em redes sociais.

Ela foi flagrada por câmeras de segurança quando pegou um táxi e foi até a casa de Pietro. Os vizinhos do rapaz contam que ouviram uma voz masculina gritar "estou morrendo! Estou morrendo" e descobriram o corpo dele três dias depois, já sem vida.

Após ser presa, Hasna disse que não via o ex há meses, e quando questionada sobre a filmagem das câmeras de segurança, disse que seu trajeto não incluía a casa do ex.

Considerada culpada pelo homicídio, Hasna foi sentenciada a 20 anos de prisão.


Fonte: Com informações da UOL
logomarca do portal meionorte..com