Mulher é presa por abusar sexualmente de menor e dar maconha

Randal Perlman estava em condicional por fornecer maconha a menores

Uma mulher de 52 anos foi presa por manter relações sexuais com um garoto de 15 anos em um cemitério de Elgin, Illinois, nos Estados Unidos . Randal Perlman foi sentenciada a quatro anos de prisão e colocada pelo resto de sua vida no registro de criminosos sexuais após ter feito sexo com um menor de idade.


Tudo começou em agosto de 2015. A mulher buscava o garoto em casa e o levava a locais isolados como cemitério , parques e uma escola abandonada. Nesses lugares, ela o seduzia e abusava sexualmente do garoto. Ela foi presa pela primeira vez em 2016 depois que o garoto denunciou os atos.

Randal Perlman, 52 anos, praticava pedofilia em cemitério
Randal Perlman, 52 anos, praticava pedofilia em cemitério

De acordo com jornal britânico “The Mirror”, além do ato sexual, a mulher praticava outra forma de abuso: mandava fotos pelada para ele via mensagem direta do Instagram. O adolescente retribuía o ato, respondendo com imagens de seu corpo nu.

Em seu julgamento, Randal Perlman afirmou que não merecia uma pena tão longa e que o juiz não estava tratando-a de forma justa. Entretanto, no momento da prisão, ela estava em liberdade condicional por fornecer maconha ao garoto o que, por ser uma má conduta envolvendo a mesma vítima, constitui fator agravante.


Fonte: iG
logomarca do portal meionorte..com