Mundo terá quase tantos muçulmanos quanto cristãos em 2050

Nas próximas quatro décadas, o Islã "crescerá mais rápido que qualquer outra religião"


Em 2050 o mundo terá quase tantos muçulmanos quanto cristãos no mundo e o número de pessoas sem religião diminuirá, indica um estudo americano.

Em "O futuro das religiões no mundo: projeções 2010-2050", o Pew Research Center afirma que, se as tendências atuais continuarem, até 2050 "o número de muçulmanos igualará quase o de cristãos", mas este último continuará sendo o maior grupo religioso do mundo.

O documento, no qual são estudadas projeções que se baseiam principalmente na taxa de fertilidade, na idade da população, nas migrações e nas tendências de conversão, indica que o número de muçulmanos no mundo alcançará 2,76 bilhões (1,6 bilhão em 2010) em 2050, enquanto no mesmo ano haverá 2,92 bilhões de cristãos (2,17 bilhões em 2010).


Assim, os cristãos continuarão sendo mais numerosos, com uma proporção estável de 31,4%, e os muçulmanos constituirão 29,7% da população mundial, contra 23,2% em 2010.

Nas próximas quatro décadas, o Islã "crescerá mais rápido que qualquer outra religião", afirma o documento, com um aumento - graças a uma população jovem e a uma taxa de fertilidade alta - de 75% com base em uma progressão de 35% da população mundial.

No entanto, o Pew afirma que estas projeções se baseiam em números em mudança constante. Vários eventos, como guerras, movimentos sociais e políticos, catástrofes naturais ou alterações nas condições econômicas "podem modificar as tendências demográficas de forma imprevisível", afirma o instituto.

Fonte: Terra
logomarca do portal meionorte..com