Você precisa verificar a sua conta, acesse o seu e-mail

mais
URGENTE
Acidente em aeroporto de Teresina causa confusão em voôs para todo o país
Baixe o nosso APLICATIVO
ESCOLHA A LOJA ABAIXO: Google Play AppStore

Mutirão Olho no Olho atende alunos de escolas municipais

Mutirão Olho no Olho atende alunos de escolas municipais

Compartilhe

Cerca de 790 crian?as de 61 escolas da Rede Municipal de Ensino de Teresina recebem, neste s?bado (22), atendimento oftalmol?gico atrav?s do Mutir?o Olho no Olho. A atividade ? desenvolvida pela Secretaria Municipal de Educa??o e Cultura - SEMEC em parceria com a Funda??o Municipal de Sa?de ? FMS e Funda??o Oftalmol?gica do Piau? com o objetivo de prevenir e tratar os problemas da vis?o no in?cio da vida escolar. O mutir?o come?a a partir das 8h, no Centro de Educa??o Comunit?ria Eur?pedes de Aguiar, no bairro Marqu?s, zona Norte da cidade, e prossegue durante toda manh?.

O Mutir?o faz parte do Programa Sa?de do Escolar, dentro do Projeto Nacional de Reabilita??o Visual destinado a alunos de alfabetiza??o e 1? s?rie. Participam desta etapa do programa, crian?as de escolas municipais das zonas Norte, Leste e Rurais correspondentes. A segunda etapa ser? realizada no dia 10 de novembro com crian?as das escolas das zonas Sul, Sudeste e Rurais correspondentes.

Realizada pela Prefeitura de Teresina desde 1997, o Olho no Olho vem diagnosticando e resolvendo problemas de vis?o em centenas dos alunos. Inicialmente ? feita uma pr?-triagem na pr?pria escola, em que os professores realizam um teste por meio de uma escala optom?trica. A partir da?, s?o selecionados os alunos que participar?o do Mutir?o e, conseq?entemente, s?o submetidos a exames m?dicos com oftalmologistas.

?No dia da consulta as crian?as passam por uma avalia??o e se, por exemplo, for diagnosticada a necessidade de uso de ?culos, elas os recebem posteriormente e gratuitamente. Em casos mais complexos, como cirurgias, os alunos s?o orientados a fazerem uma nova avalia??o e depois recebem o tratamento ambulatorial devido?, esclarece Maria Cardoso Lacerda, psicopedagoga da Divis?o de Educa??o Inclusiva da SEMEC.


Tópicos
Compartilhe
Não venda minhas informações pessoais

Central do usuário

Login pelas Redes Sociais

Nunca postaremos nada em seu nome


Login por e-mail

Use sua conta cadastrada por e-mail

Não tem conta no meionorte.com?

Cadastre-se

Podcast

Selecione seus podcasts

atualizar