Na cidade da ex-prefeita 'ostentação', índios interditam BR-316

Índios reividicam a falta de professores na cidade maranhense.

Índios interditaram a BR-316 por mais de sete horas na cidade de Bom Jardim, no Maranhão, reivindicando a falta de professores na cidade que ficou conhecida nacionalmente por desvios na educação durante a gestão da ex-prefeita Lidiane Leite, que teve os direitos políticos suspensos por cinco anos após após ter sido condenada pela Justiça por improbidade administrativa e ter os bens bloqueados na Justiça.

De acordo com os indígenas, o protesto ocorreu em dois pontos da BR-316 no trecho que passa pela terra indígena Pindaré, na cidade de Bom Jardim. Pedaços de madeira foram queimados e atravessados no meio da pista para bloquear o transito. Filas de veículos se formaram nos dois sentidos da rodovia.

Os índios, durante o protesto, só permitiram a passagem de carros transportando pessoasdoentes. Os Guajajaras cobram do Governo do Maranhão a contratação imediata de professores. A situação tem prejudicado alunos das séries iniciais e principalmente os do ensino médico, que se preparam para o Enem.

O estudante indígena Welderson Coelho, conta que os estudantes estão há três meses sem aula. "Está chegando o vestibular, o Enem, e os alunos estão há quase três meses sem estudar", afirmou.


Índios interditam BR-316 em Bom Jardim (Crédito: Reprodução)
Índios interditam BR-316 em Bom Jardim (Crédito: Reprodução)



Fonte: Portal Meio Norte