Você precisa verificar a sua conta, acesse o seu e-mail

mais
URGENTE
Acidente em aeroporto de Teresina causa confusão em voôs para todo o país
Baixe o nosso APLICATIVO
ESCOLHA A LOJA ABAIXO: Google Play AppStore
curiosidades rede meionorte blogs notícias entretenimento esportes cidades carros

Na web, Katia Abreu chama Geddel Vieira Lima de "bandido"

Ela publicou uma foto montagem em rede social

Na web, Katia Abreu chama Geddel Vieira Lima de "bandido"
Kátia Abreu | Reprodução
Compartilhe
Google Whatsapp

Katia Abreu , que foi ministra da Agricultura durante o governo da ex-presidente Dilma Rousseff (PT), publicou uma fotomontagem em seu perfil. Nela, continha uma imagem de uma faixa utilizada em uma manifestação, com os dizeres: “pessoas não morrem nas filas dos hospitais! Elas são assassinadas pela corrupção”.

Na mesma montagem, foi colocada uma foto de Geddel e das malas de dinheiro apreendidas pela Polícia Federal no início do mês  em um imóvel em Salvador (BA) atribuído ao ex-ministro. Foram encontrados no local cerca de R$ 51 milhões em espécie. A suspeita é de que o dinheiro seja oriundo de propina em esquema na Caixa Econômica Federal, banco do qual o peemedebista já foi vice-presidente de Pessoa Jurídica.

"Cadeia foi feita para bandido", disse a senadora Katia Abreu sobre o colega Geddel Vieira Lima   (Crédito: Reprodução/Twitter)
"Cadeia foi feita para bandido", disse a senadora Katia Abreu sobre o colega Geddel Vieira Lima (Crédito: Reprodução/Twitter)


Acima da montagem, a senadora postou a seguinte legenda: “cadeia foi feita para bandido”. Na sexta-feira (15), ela havia dado mais uma declaração polêmica contra outro integrante do governo Michel Temer (PMDB). Em entrevista ao jornal “Folha de S.Paulo”, Abreu defendeu que o ministro da Agricultura, Blairo Maggi, deixe o cargo após ter sido alvo de uma operação de busca e apreensão da Polícia Federal, na semana passada. Ele é suspeito de integrar um esquema de corrupção no Mato Grosso, estado que governou entre 2003 e 2010.

Kátia Abreu
Kátia Abreu


Afastamento

Na última quinta-feira (14), o PMDB anunciou o afastamento da senadora de suas atividades parlamentares por 60 dias. A decisão foi comunicada ao Senado em um documento assinado pelo presidente da sigla, o senador Romero Jucá (RR), que também é envolvido em uma série de escândalos na Justiça.

O motivo do afastamento da senadora – que foi uma das principais aliadas de Dilma – são as duras críticas feitas por ela ao partido e ao governo de Michel Temer. “Neste exato momento, a preocupação do PMDB deveria provar que não é uma organização criminosa, um quadrilhão. Eu estou longe de ser um problema para o PMDB. Sigo minha vida”, disse Katia Abreu, por meio de sua assessoria de imprensa após ser notificada sobre a decisão da legenda.

Afastada de suas atividades partidárias, a senadora Katia Abreu (PMDB-TO) chamou de bandido o seu correligionário Geddel Vieira Lima, preso pela Polícia Federal pela segunda vez no dia 8 de setembro. A provocação foi feita por meio do perfil da parlamentar no Twitter na madrugada deste domingo (17).




Tópicos
Compartilhe
Google Whatsapp

veja também

Recomendamos

Localização

Definir a localização padrão

Central do usuário

Login pelas Redes Sociais

Nunca postaremos nada em seu nome


Login por e-mail

Use sua conta cadastrada por e-mail

Não tem conta no meionorte.com?

Cadastre-se

Fique por dentro

Receba notícias quentinhas diretamente no seu whatsapp

Continuar

Falta pouco, agora escolha as categorias que deseja receber notícias

Aperte (ctrl + clique) para selecionar vários
Pronto!

Agora você passará a receber novidades diretamente no seu whatsapp.

Termos de uso

Texto

Política de privacidade

Texto