Você precisa verificar a sua conta, acesse o seu e-mail

mais
URGENTE
Acidente em aeroporto de Teresina causa confusão em voôs para todo o país
Baixe o nosso APLICATIVO
ESCOLHA A LOJA ABAIXO: Google Play AppStore
curiosidades rede meionorte blogs notícias entretenimento esportes cidades carros

Najila Trindade quer parcelar dívida de R$ 26,7 mil de apartamento

A modelo não tem interesse em morar mais no local e pensa em deixar a cidade de São Paulo

Compartilhe
Google Whatsapp

Najila Trindade foi condenada em um processo de despejo por alugueis atrasados e tem até hoje para quitar a dívida de R$ 26,7 mil ou terá que deixar o apartamento onde mora na Zona Sul de São Paulo. O advogado da modelo, Cosme Araújo, afirmou que ela vai propor o parcelamento da dívida do imóvel. A modelo não tem interesse em morar mais no local e pensa em deixar a cidade de São Paulo.

O representante disse que Najila o procurou e pediu para que entrasse em contato com o advogado do proprietário para tentar o acordo. "Ela quer fazer uma proposta de parcelamento da dívida. Até me passou o contato do advogado, mas ainda não tive tempo de ligar", disse Cosme Araújo.

Mesmo se quitar o débito, Najila está decidida a deixar o local. Há dias, ela já não frequenta o apartamento e está hospedada na casa de uma pessoa próxima. De acordo com Araújo, uma das possibilidades para a modelo caso decida sair da capital paulista é retomar a vida na Bahia, estado onde nasceu e onde vive seu pai. 

A modelo está abalada emocionalmente desde que o escândalo envolvendo Neymar estourou e acredita que não há mais clima para viver na cidade, especialmente pela repercussão do caso e pelas ameaças que sofreu. "Ela nem quer morar mais em São Paulo, perdeu a vida aqui", disse ele.



Imobiliária havia informado data limite para pagamento 

Najila foi condenada no processo de "despejo por falta de pagamento cumulado com cobrança". Ontem (24/06), a imobiliária que alugou o imóvel para a modelo informou que o dia 25 de junho seria a data limite para quitar o valor devido. Ressaltou ainda que se o montante fosse depositado, ela recuperaria o direito de morar no local. 

De acordo com o processo judicial, Najila não realizou os pagamentos entre agosto de 2018 e fevereiro de 2019. Ela foi condenada em 30 de maio deste, um dia antes de registrar boletim de ocorrência acusando Neymar de estupro.

O apartamento em que Najila mora acabou se tornando foco de uma polêmica e virou alvo de investigação policial no episódio de estupro. A modelo afirmou que houve um arrombamento no imóvel e que o tablet, onde estaria o vídeo que é considerado uma das provas do caso e que registra o encontro com Neymar, teria sido roubado. A administradora do condomínio esteve na 11ª Delegacia registrando um boletim de ocorrência afirmando o contrário. A Polícia Civil investiga o caso e ainda aguarda o resultado de um laudo pericial.


Tópicos
Compartilhe
Google Whatsapp

veja também

Localização

Definir a localização padrão

Central do usuário

Login pelas Redes Sociais

Nunca postaremos nada em seu nome


Login por e-mail

Use sua conta cadastrada por e-mail

Não tem conta no meionorte.com?

Cadastre-se

Fique por dentro

Receba notícias quentinhas diretamente no seu whatsapp

Continuar

Falta pouco, agora escolha as categorias que deseja receber notícias

Aperte (ctrl + clique) para selecionar vários
Pronto!

Agora você passará a receber novidades diretamente no seu whatsapp.

Termos de uso

Texto

Política de privacidade

Texto

×