Você precisa verificar a sua conta, acesse o seu e-mail

mais
URGENTE
Acidente em aeroporto de Teresina causa confusão em voôs para todo o país
Baixe o nosso APLICATIVO
ESCOLHA A LOJA ABAIXO: Google Play AppStore

Neto de Neguinho da Beija-Flor e mais 2 são mortos em baile funk no RJ

Gabriel Marcondes, de 20 anos, chegou a ser levado para o Hospital da Posse, mas morreu na unidade de saúde. Polícia ainda apura as circunstâncias do crime. O sepultamento será nesta segunda (19)

Compartilhe

Três homens foram mortos a tiros na madrugada deste domingo (18) em um baile funk em Nova Iguaçu, Baixada Fluminense. Um deles era Gabriel Ribeiro Marcondes, de 20 anos, neto do sambista Neguinho da Beija-Flor. Gabriel, Mateus da Silva Gomes e um homem ainda não identificado pela polícia foram baleados durante o baile que acontecia no Morro da Bacia, no distrito de Miguel Couto.

Neguinho da Beija-flor no IML de Nova Iguaçu

Gabriel chegou a ser socorrido por policiais do 20º BPM (Nova Iguaçu) e levado para o Hospital da Posse, mas morreu na unidade de saúde.

Abalado, o sambista Neguinho da Beija-flor contou que o neto, filho de Paulo César Marcondes, estava em um baile funk quando foi baleado, mas disse não saber o que aconteceu.

"Quis saber pouco. Ouvi apenas que foi ao local montar uma tenda. Não sei o que houve", disse.

Gabriel, neto do Neguinho da Beija-Flor

A declaração de óbito de Gabriel,  atestou a causa da morte como "lesão causada por projétil de arma de fogo". O sepultamento de Gabriel está marcado para esta segunda-feira (19), no Cemitério de Nova Iguaçu.

Em nota, a escola de samba Beija-Flor ofereceu solidariedade à família e pediu que as circunstâncias da morte sejam apuradas:

"A Beija-Flor de Nilópolis — em nome de toda sua diretoria, artistas, funcionários, componentes e torcedores — presta solidariedade ao intérprete Neguinho da Beija-Flor e sua família pela perda do jovem Gabriel Marcondes, de 20 anos, na madrugada deste domingo, 18. Como uma escola de samba que age coletivamente como uma família, a azul e branco acolhe com carinho o músico e aqueles que, como Neguinho, vivenciam o luto e a dor dessa despedida inesperada e prematura.

Nossa agremiação espera que as circunstâncias do episódio que vitimou Gabriel sejam esclarecidas e expressa o desejo de dias melhores para os cidadãos da Baixada Fluminense.

Carinho e respeito ao dono da nossa voz oficial e aos seus."


Tópicos
Compartilhe
Não venda minhas informações pessoais

Central do usuário

Login pelas Redes Sociais

Nunca postaremos nada em seu nome


Login por e-mail

Use sua conta cadastrada por e-mail

Não tem conta no meionorte.com?

Cadastre-se

Podcast

Selecione seus podcasts

atualizar