No Paraná, promotor do MP-PI debate sobre direitos sociais

Promotor Francisco de Jesus apresentou os diversos projetos.

O Ministério Público do Estado do Piauí, através da 5ª Promotoria de Justiça de Teresina, órgão de execução integrante do Núcleo das Promotorias de Justiça de Defesa da Mulher Vítima de Violência Doméstica e Familiar (NUPEVID), na última sexta-feira (21) participou da sexta edição do Seminário Municipal de Diversidade de Pinhais(PR), no Paraná, que colocou em debate a promoção, respeito e valorização da diversidade étnico-racial, orientação sexual, religião, crenças e intergeracionalidade.

 Seminário Municipal de Diversidade de Pinhais(PR), no Paraná (Crédito: MP-PI)
Seminário Municipal de Diversidade de Pinhais(PR), no Paraná (Crédito: MP-PI)

Com o objetivo de levantar estes temas para colaborar com o enfrentamento da discriminação no âmbito escolar e social, o evento é uma iniciativa da Secretaria Municipal de Educação, da Universidade Tecnológica Federal do Paraná e do Fórum Permanente de Educação e Diversidade Étnico-Racial do Município de Pinhais.

O tema desta edição foi “A Diversidade como Potencialidade no Desenvolvimento de Sociedades Democráticas”, com ênfase nos direitos humanos enquanto direito universal, independentemente da cultura, credo, raça, gênero, sexualidade e condição econômica. Estiveram reunidos representantes de diversas entidades e profissionais da educação dos diferentes níveis e modalidades de ensino.

O promotor de Justiça Francisco de Jesus apresentou os diversos projetos desenvolvidos no enfrentamento à violência doméstica e familiar contra mulher, com ênfase no projeto a Lei Maria da Penha nas escolas: desconstruindo a violência, construindo diálogos e ainda falou da aplicação da lei às mulheres transexuais e travestis.

Fonte: Ministério Público do Piauí
logomarca do portal meionorte..com