Você precisa verificar a sua conta, acesse o seu e-mail

mais
URGENTE
Acidente em aeroporto de Teresina causa confusão em voôs para todo o país
Baixe o nosso APLICATIVO
ESCOLHA A LOJA ABAIXO: Google Play AppStore
curiosidades rede meionorte blogs notícias entretenimento esportes cidades carros

Nova sede do CAPS Norte é inaugurada

O CAPs III funcionará 24h e vai acolher todos os usuários com transtornos mentais graves e severos que precisam de atendimento

Nova sede do CAPS Norte é inaugurada
Inauguração CAPS Norte | José Alves Filho
Compartilhe
Google Whatsapp

A nova sede do Centro de Atenção Psicossocial (CAPS) III Centro-Norte, na Rua Presidente Lincoln, 4727, Bairro São Joaquim, foi inaugurada na sexta-feira (30). A entrega do Centro faz parte das comemorações do aniversário de 167 anos de Teresina e tem como proposta central a atenção psicossocial orientada para produção de laços sociais, realização de projetos de vida e promoção e garantia de direitos a pessoas em vulnerabilidade. 

Luana Bueno e Silva atua na Gerência de Saúde Mental da Fundação Municipal de Saúde (FMS) e enfatiza o diferencial que o novo CAPS vai oferecer para a zona Norte de Teresina.  “A construção dele é para um funcionamento de um CAPs III que funciona 24h, podendo acolher todos os usuários com transtornos mentais graves e severos da nossa rede, que precisam de um atendimento tanto diurno quanto noturno”, informa.

Crédoto: José Alves Filho

Além disso, vai ser possibilitado um atendimento ao maior número de usuários, devido ao aumento da quantidade de salas que permitem ampliar a cobertura de atendimento na região.

O novo prédio contará ainda com sala de marcação de consultas, recepção, coordenação, sala de evolução (onde os profissionais se reúnem para discussão dos casos e evolução nos prontuários), uma sala de grupo, uma sala de oficinas, um espaço de convivência, banheiros masculinos e femininos adaptados para pessoas com necessidades especiais, um refeitório, uma cozinha, uma sala de nutrição, uma despensa, um repouso para profissional masculino, um repouso para profissional feminino, área de serviço, almoxarifado, estacionamento com acesso para ambulância. 

Firmino Filho, prefeito de Teresina, compareceu à solenidade de inauguração e comentou que em meio a uma das piores crises financeiras que o país enfrenta, a saúde na capital não é deixada de lado. “É uma diretriz nossa nos últimos anos, de adotar a atenção básica com infraestrutura mínima necessária e qualificada para um bom desempenho na atenção básica, especialmente na nossa estratégia da saúde da família”, disse.

O prefeito contou que das 90 unidades básicas de saúde, até o próximo ano, 82 estarão completamente novas, reformadas ou ampliadas. Isto é, cerca 90% das unidades vão ficar devidamente estruturadas. 

Silvana Fernandes, usuária do Centro, avalia as principais mudanças e elogia o atendimento prestado pelos profissionais do Centro. "Melhorou muito o espaço, a locomoção e  ficou até perto da minha casa. Tenho um ótimo atendimento psicológico e psiquiátrico, pois aqui as pessoas me tratam como se fosse alguém da família”, expressa.  

Crédito: José ALves Filho

A capital do Piauí possui 7 Caps, quantidade que se encontra dentro dos parâmetros do Ministério da Saúde em relação à cobertura assistencial. Charles Silveira,  presidente da Fundação Municipal de Saúde (FMS), contorna a essencialidade da entrega de um novo equipamento para a população. “É preciso que a gente verifique que tipo de serviço este equipamento presta para a cidade, como também é importante que façamos uma reflexão em relação a reforma psiquiátrica que foi feita neste país. Só assim encontramos a constatação de que o estado brasileiro acabou com o sistema de clausura e criou um sistema de acolhimento, participação da família, de construção ou de reconstrução de histórias de vida”, destaca.

No entanto, Charles também relatou os problemas. Na fala do presidente da FMS, o governo “esquece” de fornecer para os entes federais, em especial para os municípios, os recursos eficientes para que possa ser feito um atendimento melhor para a população.


Atendimento

Se houver necessidade, a própria UBS marca consultas com psicólogos e psiquiatras no ambulatório. Os Centros de Atenção Psicossocial estão de portas abertas para casos específicos, como o de pessoas que têm transtornos mentais severos e persistentes.

Nesses locais, eles possuem atendimento individual ou em grupo de  psiquiatras, psicólogos, assistentes sociais, terapeutas ocupacionais,  enfermeiros, técnicos de enfermagem, nutricionista, educador físico e demais auxiliares. Em breve, o novo CAPS vai funcionar em 24h para acolher pacientes em crise no turno da noite.

Em casos de urgência psiquiátrica, como um surto psicótico ou tentativa de suicídio, é necessário solicitar o SAMU ou seguir até o Hospital Areolino de Abreu, referência no atendimento às pessoas com urgência psiquiátrica. Ainda, se o paciente estiver vinculado a algum CAPS e estiver dentro do horário de funcionamento desse CAPS,  pode também buscar o Centro. 

Detalhe: o paciente só vai direto para o Areolino de Abreu se tiver com urgência psiquiátrica,  sem comprometimentos clínicos (como cortes no corpo). Se tiver com algum comprometimento clínico, deve ir primeiro para hospitais de bairro e depois para o Areolino.


Tópicos
Compartilhe
Google Whatsapp

veja também

Não venda minhas informações pessoais

Central do usuário

Login pelas Redes Sociais

Nunca postaremos nada em seu nome


Login por e-mail

Use sua conta cadastrada por e-mail

Não tem conta no meionorte.com?

Cadastre-se

Podcast

Selecione seus podcasts

atualizar