Você precisa verificar a sua conta, acesse o seu e-mail

mais
Baixe o nosso APLICATIVO
ESCOLHA A LOJA ABAIXO: Google Play AppStore

O Globo: 18 das 24 bancadas defendem que Daniel Silveira siga preso

A Câmara dos Deputados decide nesta sexta-feira o destino do deputado federal Daniel Silveira

A Câmara dos Deputados decide nesta sexta-feira o destino do deputado federal Daniel Silveira (PSL-RJ), preso em flagrante desde terça-feira após insultar ministros do Supremo Tribunal Federal (STF) com discurso de ódio. A sessão, marcada para começar às 17h, tem o objetivo de apreciar a medida cautelar do STF contra o bolsonarista através de uma uma votação aberta e nominal. A expectativa, até mesmo de aliados de Silveira, é pela manutenção da prisão, já que, segundo líderes partidários, 18 das 24 bancadas da Casa desejam referendar a decisão da Suprema Corte

O presidente da Câmara, Arthur Lira (PP-AL), escolheu o deputado Carlos Sampaio (PSDB-SP) como relator do caso, e a inclinação é que o tucano seja favorável à manutenção da prisão. Neste cenário, seriam necessários 257 votos para derrubar o relatório de Sampaio e soltar Silveira. Lira chegou a tentar um acordo em que o STF decretaria medidas cautelares no lugar da prisão, e a Câmara se encarregaria da punição, mas a tentativa não prosperou. 

LEIA TAMBÉM

- Preso, Daniel Silveira circula por pátio e faz novo ataque ao STF

Daniel Silveira é levado para Batalhão Especial da PM após audiência

PF encontra dois celulares em sala onde Daniel Silveira está preso

Juiz auxiliar do STF decide manter prisão do deputado Daniel Silveira

-  PGR denuncia deputado Daniel Silveira ao STF

A estimativa de aliados deo deputado bolsonarista é que o placar pela manutenção da prisão já esteja na casa dos 300 votos. Sendo assim, reverter a decisão do ministro Alexandre de Moraes é considerado um final improvável. No vídeo de 19 minutos publicado nas redes sociais, o bolsonarista exaltou o AI-5, ato que endureceu a ditadura militar e cassou direitos, como a suspensão do habeas corpus. Em um dos trechos mais agressivos, ele disse que gostaria de ver ministros da Corte “na rua levando uma surra”.

Deputado Daniel Silveira está preso Deputado Daniel Silveira está preso 

Na reunião de líderes partidários da Câmara, realizada nesta quinta-feira na residência oficial de Lira, apenas seis representantes afirmaram que a maioria de suas bancadas querem reverter a prisão: PSL, PSC, Novo, Podemos, Pros e PTB. Nos demais 18 partidos, o sentimento majoritário é de manter Daniel Silveira preso.

Rachado desde a saída de Jair Bolsonaro, o partido de Daniel Silveira não encontrou um consenso para a votação desta tarde. Os integrantes da legenda que permanecem aliados do presidente, como o líder do PSL, Vitor Hugo (PSL-GO), defendem a inconstitucionalidade da prisão e trabalham para reverter a situação. Apesar disso, cerca 20 deputados mais distantes de Bolsonaro quem manter a decisão do Supremo, entre eles o presidente do partido, Luciano Bivar (PSL-PE), e a ex-bolsonarista Joice Hasselmann (PSL-SP).

De acordo com o rito estabelecido pelo regimento interno da Câmara, a votação deve ocorrer de forma aberta, com cada deputado declarando o seu voto. Caso tenha liberação judicial, Daniel Silveira também terá direito de se pronunciar para os colegas sobre o caso, garantindo a ele o direito de defesa. Há a previsão também de manifestações de deputados favoráveis e contrários à prisão.


Tópicos

comentários

Central do usuário

Login pelas Redes Sociais

Nunca postaremos nada em seu nome


Login por e-mail

Use sua conta cadastrada por e-mail

Não tem conta no meionorte.com?

Cadastre-se

Desbloquear Notificações

Como desbloquear notificações

Na barra de endereço, clique no cadeado e em Notificações escolha a opção permitir, como na imagem abaixo

desbloqueio de notificação push