Você precisa verificar a sua conta, acesse o seu e-mail

mais
URGENTE
Acidente em aeroporto de Teresina causa confusão em voôs para todo o país
Baixe o nosso APLICATIVO
ESCOLHA A LOJA ABAIXO: Google Play AppStore

Oeiras lembra independência com monumentos

Reinaldo Filho defende a construção da réplica do pelourinho em frente ao prédio histórico

Compartilhe

A cidade de Oeiras, a primeira capital do Piau?, a 313 quil?metros de Teresina, poder? ganhar a r?plica de um pelourinho e um obelisco para marcar a data de 24 de janeiro de 1824, dia da ades?o do Estado ? Independ?ncia do Brasil. A iniciativa est? sendo discutida pelo Instituto Hit?rico de Oeiras e depois ser? levada ? aprecia??o do governador Wellington Dias.

Segundo o ex-presidente do Instituto Hist?rico de Oeiras, Reinaldo Soares Filho, a id?ia de construir um marco para o dia da independ?ncia ? do escritor e membro da Academia Piauiense de Letras, Dagoberto de Carvalho J?nior, justificando que outras cidades piauienses que tamb?m lutaram pela causa da independ?ncia, como Parna?ba e Campo Maior, possuem o seu monumento.

Reinaldo Filho defende a constru??o da r?plica do pelourinho em frente ao pr?dio hist?rico que abriga a Prefeitura Municipal de Oeiras, na Pra?a da Vit?ria, no centro de Oeiras. Segundo ele, a Prefeitura ocupa hoje o pr?dio onde funcionou a Casa da C?mara e do Senado do Piau?, local onde tradicionalmente ficava o pelourinho.

Ele explica que o pelourinho representava o marco do poder portugu?s no Brasil, que foi quebrado com a des?o do Piau? ? causa da independ?ncia, em 1824.

O pelourinho, que era um lugar onde se praticava a justi?a de acordo com os costumes da ?poca, existiu em Oeiras de 1761 at? 1889, quando foi proclamada a Rep?blica. ?Quando chegou a Oeiras, o primeiro governador do Piau?, Jo?o Pereira Caldas, construiu a Casa da C?mara e do Senado ao lado da Casa das 12 Janelas, na Pra?a da Vit?ria, e l? foi instalado o primeiro pelourinho. Com a constru??o do pr?dio, hoje ocupado pela prefeitura, o pelourinho foi transferido para l?, acrescenta Reinaldo.

J? o obelisco, que dever? ter uma altura aproximada de 25 metros, desde que n?o ultrapasse a torre da catedral de Nossa Senhora da Vit?ria, tanto poder? ser constru?do na pr?pria Pra?a da Vit?ria como na Pra?a 24 de Janeiro, em frente ao sobrado Major Selem?rico, onde funcionou o primeiro pal?cio de despachos da prov?ncia do Piau?.

O que ? Pelourinho - Pelourinho ou picota s?o colunas de pedra colocadas em lugar p?blico da cidade ou vila onde era feita justi?a. Tinham tamb?m direito de pelourinho os grandes donat?rios, os bispos, os cabidos e os mosteiros, como prova e instrumento da jurisdi??o feudal. Em Portugal, os pelourinhos ou picotas (esta ? a designa??o mais antiga e popular) dos munic?pios localizavam-se sempre em frente ao edif?cio da C?mara, desde o s?culo XII. Muitos tinham no topo uma pequena casa em forma de guarita, feita de grades de ferro, onde os delinquentes eram expostos ? vergonha p?blica. Noutros locais os presos eram amarrados ?s argolas e a?oitados ou mutilados, consoante a gravidade do delito e os costumes da ?poca.

O que ? Obelisco - Um obelisco (do latim obeliscus) ? um monumento comemorativo, t?pico do Antigo Egito, constitu?do de um pilar de pedra em forma quadrangular alongada e sutil, que se afunila ligeiramente em dire??o a sua parte mais alta, normalmente decorado com inscri?es hierogl?ficas gravadas nos quatro lados, terminado com um ponto piramidal.

Os mais antigos obeliscos eram feito a partir de apenas uma pe?a de pedra (monolitos).


Tópicos
Compartilhe
Não venda minhas informações pessoais

Central do usuário

Login pelas Redes Sociais

Nunca postaremos nada em seu nome


Login por e-mail

Use sua conta cadastrada por e-mail

Não tem conta no meionorte.com?

Cadastre-se

Podcast

Selecione seus podcasts

atualizar