Operação na Casa de Custódia garante entrada de visitas na unidade

A Operação foi concluída ao garantir a entrada dos familiares

Ocorrida durante a manhã desta sexta-feira (15), a Operação Habitar foi concluída ao garantir a entrada dos familiares, para serem recebidos pelos detentos do pavilhão B da Casa de Custódia de Teresina. A Operação tem como objetivo garantir a entrada de presos e o restabelecimento das visitas na Casa de Custódia de Teresina.

A Operação foi deflagrada pela Secretaria de Justiça do Estado, com apoio das forças de segurança pública, com a finalidade de garantir o cumprimento de ordens judiciais que estão sendo desobedecidas por parte de alguns presídios, em especial no que se refere ao recebimento de presos e visitas de familiares nos presídios da capital e interior.

“Garantimos a entrada das visitas, esposas, mães e pais de detentos, que têm o direito de receber seus familiares. Sobretudo, estamos garantindo o cumprimento da lei e assegurando a ordem nos estabelecimentos prisionais, evitando que aconteçam motins, rebeliões, mortes e outros distúrbios”, diz o secretário de Justiça Daniel Oliveira.

A Operação contou com apoio do Comando Geral da Polícia Militar, Secretaria de Segurança Pública e Delegacia Geral da Polícia Civil – atuaram a Rone, Bope, Tropa de Choque, Tropa de Cavalaria, Força Tática, Canil, 8º Batalhão da Polícia Militar, CIPtran e Guarda Militar da Casa de Custódia.

Nessa quinta-feira (14), a Secretaria de Justiça emitiu ordem administrativa a todos os gerentes de presídios para que fosse cumprida decisão do Tribunal de Justiça do Piauí, que determinou a retomada dos serviços essenciais nas unidades prisionais, como recebimento de presos, visitas de familiares, advogados, servidores e outras pessoas ligadas ao sistema penitenciário e de justiça.


Fonte: Portal MN