Você precisa verificar a sua conta, acesse o seu e-mail

mais
URGENTE
Acidente em aeroporto de Teresina causa confusão em voôs para todo o país
Baixe o nosso APLICATIVO
ESCOLHA A LOJA ABAIXO: Google Play AppStore

Oposição argentina redobra ataques ao governo

Oposição argentina redobra ataques ao governo

Compartilhe

A oposi??o argentina refor?ou as den?ncias de que o governo do presidente Nestor Kirchner manipula o ?ndice oficial de infla??o, numa tentativa de enfraquecer a candidata governista, Cristina de Kirchner, ? frente nas pesquisas, a apenas 20 dias das elei?es presidenciais.

Os outros candidatos, como a liberal-crist? Elisa Carri?, o peronista social-democrata Roberto Lavagna e o direitista Ricardo L?pez Murphy t?m concentrado for?as no suposto ocultamento da infla??o, tentando impedir uma vit?ria do governo no primeiro turno.

"A maneira mais atrasada de distribui??o de renda na Argentina ? a infla??o", afirma a candidata Elisa Carri?, segunda colocada nas pesquisas com 15% das inten?es de voto, longe dos 40% da senadora Kirchner.

Carri?, candidata da Coaliz?o C?vica no pleito do dia 28 de outubro, declarou que "o governo se mostra ignorante em rela??o ? pobreza ao negar a infla??o". A taxa, que para o instituto oficial INDEC foi de apenas 5,8% entre janeiro e setembro deste ano, foi calculada por consultoras privadas entre 15% e 20% para o mesmo per?odo.

Lavagna, ex-ministro da Economia do atual presidente N?stor Kirchner e canditato oposicionista com apoio da Uni?o C?vica Radical (UCR, social-democrata), disse que "o governo executa com a infla??o o "Plano da Avestruz" e mete a cabe?a em um buraco para negar os fatos".

"Quando um determinado patamar ? superado, como os 15%, a infla??o come?a a assumir uma din?mica pr?pria e come?a a sair do controle", afirmou Lavagna, que at? 2005 negociou com dureza uma reestrutura??o da d?vida argentina, j? que em 2001 o pa?s protagonizou a maior morat?ria da hist?ria mundial, de 130 bilh?es de d?lares.

L?pez Murphy, um neoliberal formado na Escola de Chicago do Pr?mio Nobel Milton Friedman, disse que "o governo faz "truques de m?gica" com a infla??o porque quando refinanciaram a d?vida foi muito mal feita e agora falsificam as estat?sticas".

O governo assumiu ent?o compromissos de uma nova d?vida em d?lares ajustada pela infla??o, e os rendimentos dos b?nus, convertidos em pesos, aumentam ? medida em que aumenta o custo de vida, explicou o candidato.

Reagindo ?s cr?ticas, Kirchner declarou nesta semana que o ?ndice oficial de infla??o "? perfeito", e atribuiu as acusa?es de manipula??o ? campanha eleitoral.

"O ?ndice est? perfeito. Estamos falando de um ?ndice do INDEC e um ?ndice da oposi??o porque estamos em ano eleitoral", afirmou o presidente.

Atr?s de Carri? nas pesquisas, o ex-ministro Lavagna aparece com 12% das inten?es de voto, seguido por L?pez Murphy, com menos de 10%.

Se um candidato obtiver mais de 45% dos votos ou pelo menos 40% e uma diferen?a de 10 pontos sobre o segundo colocado, vence a elei??o no primeiro turno.


Tópicos
Compartilhe
Não venda minhas informações pessoais

Central do usuário

Login pelas Redes Sociais

Nunca postaremos nada em seu nome


Login por e-mail

Use sua conta cadastrada por e-mail

Não tem conta no meionorte.com?

Cadastre-se

Podcast

Selecione seus podcasts

atualizar