Você precisa verificar a sua conta, acesse o seu e-mail

mais
URGENTE
Acidente em aeroporto de Teresina causa confusão em voôs para todo o país
Baixe o nosso APLICATIVO
ESCOLHA A LOJA ABAIXO: Google Play AppStore
curiosidades rede meionorte blogs notícias entretenimento esportes cidades carros

Papagaio que gritou "Mamãe, Polícia" é destaque em site internacional

Após ser levado para delegacia, o animal foi transferido para o Parque Zoobotânico

Compartilhe
Google Whatsapp

O papagaio apreendido na última segunda-feira (22) ganhou destaque na imprensa internacional. 

O site The Guardian fez uma matéria sobre o animal que gritou ‘’Mamãe, polícia’ ao perceber a entrada de policiais militares na casa que funcionava como boca de fumo na Vila Irmã Dulce, zona Sul de Teresina. Um homem foi preso e uma menor apreendida no local.

O papagaio foi levado para a Central de Flagrantes, e logo após foi encaminhado para o Batalhão de Policiamento Ambiental e em seguida foi transferido para o Zoobotânico de Teresina.


LEIA NA ÍNTEGRA A MATÉRIA PUBLICADA PELO THE GUARDIAN

Um papagaio foi levado sob custódia no norte do Brasil após uma batida policial contra traficantes de crack.
De acordo com relatos da imprensa brasileira, a ave havia sido ensinada a alertar criminosos para operações policiais na Vila Irmã Dulce, uma comunidade de baixa renda na capital do estado do Piauí, gritando: "Mamãe, a polícia!".

O papagaio, que não foi identificado, foi apreendido na segunda-feira à tarde, quando policiais invadiram um esconderijo de drogas dirigido por um casal local.

"Ele deve ter sido treinado para isso", disse um oficial envolvido na operação sobre o transgressor de duas asas. "Assim que a polícia chegou perto, ele começou a gritar."

Um jornalista brasileiro que ficou cara a cara com o papagaio preso na terça-feira descreveu-o como uma criatura "super obediente" - apesar de ter mantido seu bico firmemente fechado após ser "preso".

"Até agora não fez um som ... completamente silencioso", disse o repórter.

Alexandre Clark, um veterinário local, confirmou que o papagaio não havia colaborado: "Muitos policiais vieram e ele não disse nada".
A emissora brasileira Globo disse que o "papagaio do tráfico" foi entregue a um zoológico local onde passaria três meses aprendendo a voar antes de ser libertado.

A ave se junta a uma lista crescente de animais envolvidos no comércio de drogas no Brasil, embora a maioria tenha sido réptil.
Em 2008, a polícia apreendeu dois pequenos jacarés durante um ataque a uma favela no oeste do Rio de Janeiro, alegando que bandidos locais haviam alimentado seus inimigos com os animais. No entanto, o pai de um dos bandidos acusados rejeitou essas acusações, alegando que a gangue de seu filho havia tentado fazê-lo - mas o jacaré se recusou a comer o cadáver.


Tópicos
Compartilhe
Google Whatsapp

veja também

Recomendamos

Localização

Definir a localização padrão

Central do usuário

Login pelas Redes Sociais

Nunca postaremos nada em seu nome


Login por e-mail

Use sua conta cadastrada por e-mail

Não tem conta no meionorte.com?

Cadastre-se

Fique por dentro

Receba notícias quentinhas diretamente no seu whatsapp

Continuar

Falta pouco, agora escolha as categorias que deseja receber notícias

Aperte (ctrl + clique) para selecionar vários
Pronto!

Agora você passará a receber novidades diretamente no seu whatsapp.

Termos de uso

Texto

Política de privacidade

Texto

×