Você precisa verificar a sua conta, acesse o seu e-mail

mais
URGENTE
Acidente em aeroporto de Teresina causa confusão em voôs para todo o país
Baixe o nosso APLICATIVO
ESCOLHA A LOJA ABAIXO: Google Play AppStore
curiosidades rede meionorte blogs notícias entretenimento esportes cidades carros

Parlamentar afirma que agrediria "homem que se sente mulher"

Psol pediu à Assembleia Legislativa de SP a cassação do mandato de Douglas Garcia (PSL)

Compartilhe
Google Whatsapp

O Partido Socialismo e Liberdade (Psol) vai pedir à Assembleia Legislativa de São Paulo a cassação do mandato do deputado Douglas Garcia, do PSL. O partido acusa o deputado de quebra de decoro parlamentar e incitação ao ódio por ter dito em sessão plenária que tiraria a tapas caso encontrasse uma pessoa transexual no banheiro. O comentário foi feito após discurso da deputada estadual do Psol, Erica Malunguinho. Erica é a primeira deputada transexual eleita para ocupar uma cadeira na Assembleia Legislativa de São Paulo.

Erica Malunguinho criticou um projeto de lei do deputado Altair Morais (PRB-SP), que "estabelece o sexo biológico como o único critério para definição do gênero de competidores em partidas esportivas oficiais no estado". “Mais uma vez mais uma pessoa tentando precarizar o processo de construção de cidadania de pessoas que já estão em condição de precariedade. Isso é inconstitucional, fere a Constituição, é um absurdo”, disse Malunguinho.

Na sequência, Garcia, parlamentar do PSL rebateu a colega: “Eu gostaria aqui de parabenizar do projeto de lei do deputado Altair Moraes é um projeto de lei muito eficiente. Se por acaso dentro do banheiro uma mulher, em que a minha irmã ou a minha mãe, estiver utilizando, e entrar um homem que se sente mulher, ou que pode ter alegando o que ele quiser e colocado o que quiser, porém eu não estou nem aí, eu vou tirar primeiro no tapa depois chamar a polícia pra ir levar”.

Em uma rede social, a deputada do Psol disse que vai abrir um processo interno na Alesp apoiado por parlamentares de outros partidos em combate à incitação ao ódio presente na fala do deputado Douglas Garcia. Para ela, o discurso do deputado, fomenta e legitima as violências e assassinatos praticados contra pessoas LGBTs.


Tópicos
Compartilhe
Google Whatsapp

veja também

Recomendamos

Localização

Definir a localização padrão

Central do usuário

Login pelas Redes Sociais

Nunca postaremos nada em seu nome


Login por e-mail

Use sua conta cadastrada por e-mail

Não tem conta no meionorte.com?

Cadastre-se

Fique por dentro

Receba notícias quentinhas diretamente no seu whatsapp

Continuar

Falta pouco, agora escolha as categorias que deseja receber notícias

Aperte (ctrl + clique) para selecionar vários
Pronto!

Agora você passará a receber novidades diretamente no seu whatsapp.

Termos de uso

Texto

Política de privacidade

Texto

×