Você precisa verificar a sua conta, acesse o seu e-mail

mais
URGENTE
Acidente em aeroporto de Teresina causa confusão em voôs para todo o país
Baixe o nosso APLICATIVO
ESCOLHA A LOJA ABAIXO: Google Play AppStore

Parque Nacional da Serra Confusões possui acervo de pinturas rupestres exclusivas na região

O Parque Nacional da Serras das Confusões, ganhou dois projetos de grande importância

Parque Nacional da Serra Confusões possui acervo de pinturas rupestres exclusivas na região
Ave voa sobre o parque | Jornal Meio Norte
Compartilhe

O Parque Nacional da Serras das Confusões, que ganhou dois projetos de grande importância para seu desenvolvimento econômico e social, que começam a ser postos em prática este mês sob a coordenação da ONG italiana Cospe (Cooperazione per lo Sviluppo dei Paesi Emergenti), está sendo divulgado pela Prefeitura de Caracol como a grande promessa na exploração do ecoturismo e do turismo histórico e cultural por causa da beleza cênica, dos sítios arqueológicos e das gravuras e pinturas rupestres exclusivas que compõem o cenário da região.

Criado em 1998 e ocupando uma área de mais de 823 mil hectares, o Parque Nacional da Serra das Confusões, de acordo com pesquisas feitas pelo Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional (IPHAN), possui um acervo de pinturas rupestres exclusivas, que não existem iguais na região, como explicou o prefeito de Caracol, Nilson Fonseca de Miranda.

O IPHAN cadastrou mais de 150 sítios arqueológicos na área interna do parque, mas a Prefeitura de Caracol escolheu os de maior destaque e com estrutura de acesso para divulgar, que são os da Toca do Pinga, Enoque, Moquém e Alto do Capim, considerando que nestes locais existem gravuras e pinturas que diferem daquelas registradas no Parque Nacional da Serra da Capivara.

Os sítios têm grande importância como atrativos turísticos, sobretudo, por causa da ocorrência de gravuras de animais, como tamanduá, macaco, lagartixa, preguiça gigante e tatu-canastra.

?As pinturas rupestres feitas nos paredões de pedras no Parque da Serra das Confusões são diferentes das que existem no Parque Nacional da Serra da Capivara. Por isso, afirmo que elas são exclusividade de nosso município?, disse o prefeito Nilson Fonseca Miranda.

Para divulgar mais isso, a prefeitura está investindo na confecção de produtos que trazem estas pinturas como estampa. As peças estão sendo produzidas no Centro de Referência de Assistência Social (CRAS), mas a tendência é que haja uma ampliação da cadeia produtiva e aumento da variedade de produtos voltados para o comércio entre os turistas.

Além da beleza cênica da Serra das Confusões e do rico lençol de água subterrânea, o município de Caracol já começa a ser beneficiado com as especialidades da culinária local. O doce de rapadura, considerado uma espécie de viagra natural, o requeijão e a borra do requeijão atraem os turistas pelo exotismo. Mas para os moradores estes são produtos que já fazem parte da cultura e da história do município, onde há um grande potencial nas áreas de plantio da cana de açúcar e criação de gado.


Parque da Serra Confusões possui acervo de pinturas rupestres exclusivas na região

Parque ganha guaritas e trilhas para ampliar número de turistas

O Parque Nacional Serra das Confusões, nos municípios de Alvorada do Gurguéia, Bom Jesus, Brejo do Piauí, Canto do Buriti, Caracol, Cristino Castro, Curimatá, Guaribas, Jurema, Redenção do Gurguéia, Santa Luz e Tamboril do Piauí, tem um fluxo de turistas pequeno em relação à sua potencialidade.

Administrado pelo Instituto Chico Mendes de Conservação da Biodiversidade (ICMBio) e com uma beleza singular, o parque está sendo estruturado e o Governo do Estado se comprometeu e já deu início às obras de pavimentação asfáltica da via de acesso. Foram construídas no Parque Nacional Serra das Confusões o centro de visitação e guaritas, faltam os equipamentos para funcionamento e o próximo passo é a construção das passarelas.

O Parque Nacional Serra das Confusões tem suporte do Programa Brasil Próximo, da Presidência da República, que atua no Piauí em parceria com o ICMBio, Governo Federal, Estadual e com missão técnica italiana que, através de intercâmbio, atende comunidade das cidades com orientações para receber turistas. A equipe italiana já esteve na região com a missão de fazer mapeamento socioeconômico da população.

A proposta é fazer um link entre Serra das Confusões e Delta do Parnaíba. O Programa desenvolve trabalho social e turístico com abrangência de municípios do entorno do parque.

Na área do turismo, missão italiana vai mostrar sua experiência que será adaptada para o Piauí. Exemplar da caatinga e com grandes e altas formações rochosas, muitas formadas por pequenas placas de pedras, que têm o formato de escamas, o Parque Nacional Serra das Confusões tem uma grande diversidade de animais, muitos ameaçados de extinção como a onça-pintada (Panthera onca), jacucaca (Penelope jacucaca), araponga-de-barbela (Procnias averano averano), tatu-canastra (Priodontes maximus), onça-parda (Puma concolor greeni) e tatu-bola - (Tolypeutes tricinctus).


Tópicos
Compartilhe
Não venda minhas informações pessoais

Central do usuário

Login pelas Redes Sociais

Nunca postaremos nada em seu nome


Login por e-mail

Use sua conta cadastrada por e-mail

Não tem conta no meionorte.com?

Cadastre-se

Podcast

Selecione seus podcasts

atualizar