Passageiro morre com tiro na cabeça em tentativa de assalto

Caso aconteceu na madrugada deste sábado (24)

 Um homem de 59 anos morreu após ser atingido por um tiro na cabeça, na madrugada deste sábado (24), na rodovia dos Imigrantes, em São Vicente, no litoral de São Paulo. Ele estava em um carro que foi alvo de tiros de criminosos posicionados no acostamento da estrada.

De acordo com as primeiras informações da Polícia Civil, o crime aconteceu por volta das 3h30, no km 66 da Imigrantes. Dois casais estavam em um carro que trafegava pela rodovia, sentido Praia Grande, na altura do bairro Esplanada dos Barreiros.

O motorista contou à polícia que, ao descer o primeiro viaduto, de repente, eles foram surpreendidos por vários tiros na direção do veículo. Os casais avistaram cerca de quatro a cinco atiradores no acostamento da rodovia e suspeitaram ser uma tentativa de assalto. Mesmo apreensivos, eles não pararam o carro.

O passageiro que estava ao lado do motorista foi baleado na cabeça. Os casais decidiram não parar o veículo e seguiram direto para o Hospital Municipal de São Vicente. Claudio Aquino, de 59 anos, não resistiu no caminho.

Passageiro morre com tiro na cabeça em tentativa de assalto
Passageiro morre com tiro na cabeça em tentativa de assalto


A esposa de Claudio também estava dentro do veículo e entrou em estado de choque após a morte do marido. Ela e a mulher do motorista não prestaram depoimento sobre o crime na delegacia.

Ainda segundo informações da Polícia Civil, os atiradores ainda não foram identificados. O carro, que ficou com as marcas dos tiros, já passou pela perícia técnica. O caso foi registrado na Delegacia Sede de São Vicente, onde será investigado.

Em nota, a Polícia Rodoviária disse que o trabalho policial é forte e focado na missão de proteger os usuários da via e a comunidade local, com equipes policiais estrategicamente distribuídas em Base Fixa no km 62 e viaturas em patrulhamento e estacionadas.

Há uma perfeita integração com o policiamento territorial, já que o criminoso não mora na rodovia apenas a utiliza como meio para suas práticas. A sinergia com a concessionária da via é estreita e perene, tanto que diariamente é realizado limpeza de lixos e entulhos deixados pela comunidade e que acabam sendo utilizados como obstáculos na via, além de câmeras de monitoramento, telamento de trechos e muros de contenção, para se evitar, atropelamentos de pedestres.

Fonte: G1
logomarca do portal meionorte..com