Aprovado pelo Ministério da Saúde no Sistema Único de Saúde (SUS),o Paxlovid, primeiro remédio para casos leves de Covid-19 é fabricado pela Pfizer. Composto pelos antivirais nirmatrelvir e ritonavir, é recomendado para pessoas consideradas de risco com casos leves ou ainda moderados da doença.

Na verdade, ele é um dos primeiros remédios desenvolvidos somente para combater a infecção do Sars-CoV-2. Nos estudos clínicos reduziu em 89% as hospitalizações resultados publicados na revista científica The New England of Journal Medicine.

Medicamento Paaxxlovid ajuda no combate a Covid de forma leve - Divulgação PfizerMedicamento Paaxxlovid ajuda no combate a Covid de forma leve - Divulgação Pfizer

Combinação

Ele também é destinado a pessoas com risco aumentado caso de idosos, imunossuprimidos e pessoas com comorbidades.

Trata-se da combinação de dois comprimidos nirmatrelvir e o ritonavir.  O primeiro, produzido especialmente para o Sars-CoV-2 em tempo recorde age bloqueando uma enzima usada pelo vírus no seu ciclo de replicação. 

HIV

O ritonavir é um outro medicamento e já é utilizado no combate a outros vírus, como o HIV, pelo seu efeito potencializador dos tratamentos.

As pesquisas com o Paxlovid começaram em março de 2021 espalhadas por vários países, inclusive o Brasil. A indicação da Anvisa é a de que o tratamento comece o quanto antes após um diagnóstico positivo para a Covid-19, no prazo máximo de cinco dias após o início dos sintomas.