Na próxima quarta-feira (7), o Brasil comemora 200 anos de Independência. Para lembrar o bicentenário, personalidades do município de Campo Maior, situado no Norte do Piauí, foram homenageadas no último sábado (3) com medalhas comemorativas. O evento, que integra um projeto pioneiro do Grupo Meio Norte de Comunicação (GMNC), aconteceu no auditório da Câmara Municipal da cidade.

Criada para celebrar a proclamação da Independência do Brasil, a medalha é uma honraria que ressalta o trabalho de profissionais em diferentes áreas de atuação. O evento faz parte do especial "200 Anos - Bicentenário da Independência”, desenvolvido pela Rede Meio Norte através de reportagens gravadas ao longo do ano em Portugal e no Piauí. Ao todo, dez nomes foram homenageados.

Personalidades de Campo Maior são homenageadas em evento do Bicentenário (Foto: Reprodução/Rede Meio Norte)Personalidades de Campo Maior são homenageadas em evento do Bicentenário (Foto: Reprodução/Rede Meio Norte)

A jornalista Cinthia Lages acompanhou a celebração e conversou com os profissionais destacados na solenidade. “É uma felicidade das pessoas que escolhem um lugar para servir e em Campo Maior, eu nasci, cresci, me desenvolvi e não esqueci minhas origens. Para mim, é uma honra, minha satisfação está estampada no rosto”, falou o médico Paulo Henrique Ferreira.

Além dele,  o prefeito João Félix de Andrade Filho, José Francisco de Araújo Oliveira, Sebastião de Sena Rosa, Cleber Bezerra da Silva, Ernane Napoleão Lima, Francisco Oliveira Marin, Marcus Vinicius Soares Leite, Francisco José de Oliveira e Francisco Gomes de Oliveira também receberam medalhas.

Prefeito João Félix de Andrade Filho (Foto: Reprodução/Rede Meio Norte)Prefeito João Félix de Andrade Filho (Foto: Reprodução/Rede Meio Norte)

Cleber Bezerra, comandante do Rone, falou da emoção de representar seu trabalho e homenagear a atuação de familiares que serviram o município de Campo Maior. “Receber essa medalha é encarar uma situação de preservação da memória histórica da nossa cidade que tanto nos orgulha. É uma história de resistência que nós escutamos desde criança, pois sou filho de Campo Maior, tenho sangue de heróis de Jenipapo e sou neto de vaqueiro”, disse em entrevista.

O prefeito Joãozinho Félix destacou o evento como um resgate da contribuição de Campo Maior e de seu povo para a independência brasileira. “Para nós, que fazemos a gestão municipal de Campo Maior, é importante fazer esse momento de mostrar não só ao Piauí, como também ao Brasil, a importância do estado para a Independência, em especial a data do dia 13 de março, dia da Batalha do Jenipapo", contou.

Luana Sousa, talento do canto lírico descoberto na cidade, fez o encerramento da noite cantando múcicas portuguesas.

Berço de heróis

Campo Maior foi palco de um conflito importante na luta pela Independência do Brasil. Foi no território piauiense que aconteceu a Batalha do Jenipapo, no dia 13 de março de 1823, que colocou o povo contra as tropas portuguesas e batizou Campo Maior como ‘berço de heróis’. Para celebrar esse marco, a TV Meio Norte realizou uma série de reportagens gravadas em Portugal e no Piauí que abordam o vínculo entre as cidades que carregam o mesmo nome.