A Polícia Federal enviou ofício à juiza Carolina Lebbos, titular da 12ª Vara Federal de Execuções Penais pedindo a transferência do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva da sede da superintendência em Curitiba onde está cumprindo penda desde o dia 7 deste mês após ter sido condenado a 12 anos e um mês de prisão no caso do triplex do Guarujá.

Para justificar o pedido, a PF alegou no documento que a prisão do ex-presidente tem gerado altos gastos além de transtornos da superintendência onde também emite de passaporte e por isso possui uma grande circulação de pessoas.

Uma série de atos está previsto para acontecer no dia 1º de maio, Dia do Trabalho, no entorno do prédio onde Lula está preso. As manifestações vão ocorrer, organizados pelo PT, em defesa do Lula.

 class=

A juíza vai analisar e decidir se mantém o ex-presidente na sede da PF, que fica na Santa Cândida, um bairro residencial e pacato, ou se ele vai para um presídio, local onde os delegados consideram mais adequado para o cumprimento da pena de Lula.

A superintendência abriga apenas presos temporários ou condenados em primeira instância que negociam delação, nos casos daqueles que são réus na Operação Lava-Jato.

Uma das possibilidades, caso o ex-presidente seja transferido, é que ele vá para o Complexo Médico Penal (CMP), que fica na região metropolitana de Curitiba onde os presos da Lava-Jato estão cumprindo pena.