Você precisa verificar a sua conta, acesse o seu e-mail

mais
URGENTE
Acidente em aeroporto de Teresina causa confusão em voôs para todo o país
Baixe o nosso APLICATIVO
ESCOLHA A LOJA ABAIXO: Google Play AppStore
curiosidades rede meionorte blogs notícias entretenimento esportes cidades carros

PI cria visitas virtuais em unidades de saúde,socioeducativas e penais

A medida já é utilizada em 16 das 17 unidades penais do Piauí.

Compartilhe

Com a pandemia da Covid-19, as visitas presenciais em instituições de saúde, assistência social e justiça estão suspensas. Pensando nisso, o Governo do Estado está implantando as visitas virtuais, com o objetivo de aproximar as famílias utilizando a tecnologia como aliada.

Na área da saúde, o Estado, por meio da Agência de Tecnologia da Informação (ATI), já vem realizando testes sobre a visita digital, tanto no Hospital Getúlio Vargas (HGV) quanto no Hospital de Campanha do Verdão, e é de interesse do governo contribuir para outras ações nesse sentido. Por isso, está incluindo o Hospital Universitário da Universidade Federal do Piauí (HU-UFPI) no rol das instituições a serem contempladas.

A ATI iniciou o diálogo com o HU, filiado à Empresa Brasileira de Serviços Hospitalares (Ebserh), para que ocorra a doação de tablets que irão viabilizar as visitas on-line de familiares a pacientes internados no hospital acometidos pelo coronavírus. De acordo com os estudos, será um tablet para cada oito pacientes, que dará um total de cinco aparelhos para a ala de atendimento exclusiva de pacientes suspeitos ou confirmados com a Covid-19, que conta com 35 leitos.

Além de manter o vínculo com familiares, em que poderão se sentir próximos e acolhidos, outra vantagem da visita virtual é o repasse de informações clínicas pelas equipes médicas.

“De início, o Piauí Conectado irá doar dois tablets para que inicie imediatamente as visitas virtuais, enquanto a ATI adquire cinco aparelhos para doação em definitivo. Temos a certeza que enfrentar uma doença como a Covid-19 é complexo. Nesse sentido, tanto o paciente internado como a família ficam preocupados e como ambos não podem ter contato presencial, a visita virtual vem preencher essa lacuna humana, é justamente essa humanização que pretendemos proporcionar, o acompanhamento da recuperação, que tranquiliza a família e o próprio paciente. Com isso, a visita virtual cumpre esse papel da humanização e acolhimento da família”, ressaltou o diretor da ATI, Antônio Torres.

Sistema Socioeducativo

Na área da assistência social, os familiares podem visitar virtualmente os adolescentes atendidos no Centro Educacional Masculino (CEM) e no Centro Educacional Feminino (CEF).

A Secretaria de Estado da Assistência Social, Trabalho e Direitos Humanos (Sasc) implantou a realização de videochamadas em todas as suas unidades. O Sistema Socioeducativo do Estado do Piauí conta com sete centros, sendo cinco na capital e dois no interior, e assiste a cerca de 130 adolescentes em conflito com a lei.

“A tecnologia encurta distâncias, aproxima as pessoas, além de promover a confraternização em tempos de coronavírus, e essa foi uma realidade que logo se viabilizou em nossas unidades de acolhimento. O adolescente consegue ver o seu parente, consegue conversar, e a gente percebe realmente a alegria das famílias de poderem acompanhar e, principalmente, acalmar o coração, além de perceber que o adolescente está bem”, afirma o secretário da Sasc, Zé Santana.

Sistema prisional

As visitas virtuais também estão aproximando os detentos de seus familiares. A medida já é utilizada em 16 das 17 unidades penais do Piauí. Todos os reeducandos estão utilizando a ferramenta para se comunicarem com os seus entes.

Para o secretário de Estado da Justiça, Carlos Edilson, a inovação da Sejus é benéfica para todos os envolvidos: Estado, reeducandos e familiares. “Com um computador e uma webcam, estamos proporcionando momentos de alívio e conforto para os reeducandos e familiares. Isso, com certeza, reflete dentro dos pavilhões das unidades e lá fora, com os familiares tranquilos após verem seus parentes. Estamos fazendo de tudo para manter a ordem nas unidades e, também, proteger tanto a população carcerária quanto nossos servidores”, comentou o gestor.

A visita virtual, além de cumprir com as orientações acerca da necessidade de restrição da circulação de pessoas, objetiva fortalecer os vínculos de pacientes, adolescentes e reeducandos com seus familiares, de forma a minimizar os efeitos do isolamento.


Tópicos
Compartilhe
Não venda minhas informações pessoais

Central do usuário

Login pelas Redes Sociais

Nunca postaremos nada em seu nome


Login por e-mail

Use sua conta cadastrada por e-mail

Não tem conta no meionorte.com?

Cadastre-se

Podcast

Selecione seus podcasts

atualizar