Você precisa verificar a sua conta, acesse o seu e-mail

mais
URGENTE
Acidente em aeroporto de Teresina causa confusão em voôs para todo o país
Baixe o nosso APLICATIVO
ESCOLHA A LOJA ABAIXO: Google Play AppStore
curiosidades rede meionorte blogs notícias entretenimento esportes cidades carros

PI: Saúde pode entrar em colapso em junho, com quase 200 mil casos

De acordo a pesquisa, a estimativa de pessoas infectadas para o Piauí, é de 3.783, baseando-se na taxa de infecção apresentada e no número de habitantes do estado.

Compartilhe

Atualizado às 14h32

Os números levantados na pesquisa status sorológico no Piauí sobre a Covid-19, doença causada pelo novo Coronavírus, foram divulgados pelo Governo do Estado nesta quinta-feira, 30 de abril. Como a metodologia de amostragem, o instituto entrevistou e testou 4.325 pessoas residentes em 14 municípios do Piauí, entre os dias 21 e 27 de abril, com margem de erro de 2%. A pesquisa mostra a real situação da doença no estado, que já registra 513 casos confirmados e 24 óbitos.

Das pessoas entrevistadas, cinco testaram positivo para Covid-19, isso significa uma taxa de infeção de 0,1156%, considerando gênero, faixa etária, a presença ou não de comorbidade nos entrevistados, se viajou nos últimos 30 dias e, finalmente, se tem mantido o distanciamento social ficando em casa.

De acordo a pesquisa, a estimativa de pessoas infectadas para o Piauí, é de 3.783, baseando-se na taxa de infecção apresentada e no número de habitantes do estado.  

Segundo os dados, a taxa de contaminação pela Covid-19 no Estado é de 0,11% da população, sendo que a cada 100 mil habitantes, 116 já estariam contaminados. Apenas 14 destes estariam notificados pela Secretaria Estadual de Saúde (SESAPI). A pesquisa levantou ainda que cerca de 3.783 pessoas já estariam com o coronavírus. O dado notificado e divulgado pela Sesapi atualmente são 513 casos confirmados.

Reprodução

Ainda de acordo com os dados da amostragem, a taxa de propagação da doença é de 2,2, com o período de transmissão de sete dias. Segundo a pesquisa, havendo o relaxamento nas medidas de isolamento social, o colapso na rede de saúde pode chegar ainda no início de junho, com quase 200 mil pessoas contaminadas, sendo destas 5.849 necessitando de internação imediata. 

Apesar de essa taxa não ser a ideal ainda, é menor do que a taxa calculada para o Brasil, que é de 2,8. “Uma doença que duplica dessa forma vai conseguir infectar uma taxa da população bastante elevada em um período de tempo pequeno. A ideia é esse R passe de 2 para 1, ou até abaixo de 1 e as medidas que estamos empregando é para que haja essa redução para podermos controlar essa infecção, nosso maior objetivo. Então, nessa situação que não temos vacina, o distanciamento social é a principal ferramenta que temos para nos proteger. Estamos em uma posição melhor em comparação com outros estados, porque o Governo do Estado e a Prefeitura de Teresina tomaram a decisão do isolamento social no momento certo, é isso que está nos protegendo e está dando tempo para que a gente possa otimizar nossa rede de saúde”, afirmou José Noronha Júnior, diretor do Hospital Natan Portela.

Decreto de isolamento 

O governador do Piauí, Wellington Dias, em vídeoconferência com jornalistas e com membros da Sesapi, disse que o isolamento social precoce adotado no Piauí ajudou a ganhar tempo para a melhor logística de estruturação do sistema de saúde no Estado. No início de maio, o governo prevê a instalação de 331 leitos  de UTI. Após a primeira quinzena do mês, esses leitos saltariam para 600, considerando a compra de mais de 290 respiradores. Wellington Dias sinalizou ainda, antes do anuncio oficial, o prorrogamento do decreto de isolamento social no Piauí. 

Outro ponto importante nesse contexto são os hospitais de campanha, que permitiram um desafogamento em outras unidades da capital, como o Hospital Getúlio Vargas. Um edital ainda será divulgado para o setor privado, para leitos exclusivos para pacientes contaminados pelo novo coronavírus.  

Hospital de Campanha da UFPI (Meio Norte/ Divulgação)

O governador Wellington Dias destacou que o Piauí é um dos dez estados que estão no caminho certo para evitar um colapso da pandemia. “O Piauí, infelizmente, não está livre de colapso, mas está entre os dez estados que ainda podem evitar colapso. Temos pelo menos duas semanas que ganhamos por conta do que fizemos que nos permite a condição de ganhar tempo. O isolamento social não é uma vontade minha, mas uma orientação técnica mostrada pela ciência. Aqui,  não faltará esforços, mesmo com a escassez de recursos, toda a prioridade é para fazer acontecer o Plano Covid-19 e a população, em como os empreendedores são aliados essenciais para reduzirmos o risco de contaminação”, disse.






Tópicos
Compartilhe

veja também

Não venda minhas informações pessoais

Central do usuário

Login pelas Redes Sociais

Nunca postaremos nada em seu nome


Login por e-mail

Use sua conta cadastrada por e-mail

Não tem conta no meionorte.com?

Cadastre-se

Podcast

Selecione seus podcasts

atualizar