Você precisa verificar a sua conta, acesse o seu e-mail

mais
URGENTE
Acidente em aeroporto de Teresina causa confusão em voôs para todo o país
Acesse a versão para celular
curiosidades rede meionorte blogs notícias entretenimento esportes cidades carros

Piauí terá indústria com capacidade para grande produção de leite

O projeto prevê um investimento de R$ 40 milhões

Compartilhe
Google Whatsapp

Em um ano, o Piauí deve ganhar uma nova indústria de beneficiamento de leite no Norte do estado. Investidores da cidade de Piracuruca apresentaram ao governador Wellington Dias o projeto de criação da Divino Leite, um empreendimento genuinamente piauiense que nasce com a proposta de alavancar a cadeia produtiva do leite.


O projeto prevê um investimento de R$ 40 milhões, englobando despesas com estudos, construção civil, aquisição de equipamentos e capital de giro. A fábrica pretende processar 48 mil litros de leite por dia, produzindo leite UHT (caixa) e achocolatado líquido. Em pleno funcionamento, o negócio pode gerar até 5 mil empregos.

“Todo o leite UHT consumido no Piauí, 200 mil litros por mês, é importado de outros estados. Nosso projeto pioneiro é para o Piauí produzir seu próprio alimento. O governo tem sido receptivo e apoiado o projeto desde o início e juntos faremos esse sonho acontecer”, destacou o investidor Marcelo Mendes.

 class=

A indústria ficará no município de São José do Divino, às margens da BR-343. Pelo cronograma, a construção inicia no próximo mês de setembro. A inauguração está prevista para agosto de 2018.

“Parabenizo os investidores pela coragem de apostar nesse projeto. Às vezes, falta coragem à iniciativa privada para ousar. Estamos vendo coragem de sobra aqui e o governo será parceiro em tudo o que pudermos avançar”, disse o governador Wellington Dias.

Participaram da audiência, representantes das secretarias de Estado da Fazenda, Desenvolvimento Rural, Fundação de Amparo à Pesquisa do Piauí (Fapepi) e Agência Piauí Fomento.

A Divino Leite deve ser uma sociedade anônima. No modelo proposto, os fornecedores do leite processado seriam acionistas que receberiam pelo produto fornecido e ainda teriam participação nos lucros.

“Uma iniciativa importante para estimular a produção de leite, dar maior segurança a quem produz e poder competir com empresas de outros estados que fornecem leite longa vida para o Piauí”, finalizou o secretário do Desenvolvimento Rural, Francisco Limma.

 class=




Tópicos
Compartilhe
Google Whatsapp
Carregar os comentários (0)

comentários

fechar comentários
Nenhum comentário feito até o momento

veja também

Recomendamos

Localização

Definir a localização padrão

Central do usuário

Login pelas Redes Sociais

Nunca postaremos nada em seu nome


Login por e-mail

Use sua conta cadastrada por e-mail

Não tem conta no meionorte.com?

Cadastre-se

Fique por dentro

Receba notícias quentinhas diretamente no seu whatsapp

Pronto!

Agora você passará a receber novidades diretamente no seu whatsapp.

Termos de uso

Texto

Política de privacidade

Texto