Você precisa verificar a sua conta, acesse o seu e-mail

mais
URGENTE
Acidente em aeroporto de Teresina causa confusão em voôs para todo o país
Baixe o nosso APLICATIVO
ESCOLHA A LOJA ABAIXO: Google Play AppStore

Piauí terá "Lei Seca" após aumento de casos e óbitos pela Covid-19

O anúncio foi feito durante a inauguração do Centro Especializado de Reabilitação (CER IV) de Parnaíba, na manhã desta segunda-feira (19).

Compartilhe

O Piauí voltará a ter restrições após o alerta das últimas semanas em relação ao aumento do número de óbitos e casos da Covid-19 no Estado. Durante a inauguração do Centro Especializado de Reabilitação (CER IV) de Parnaíba, na manhã desta segunda-feira (19), o Governador Wellington Dias (PT) anunciou que implantará no próximo final de semana, 23, 24 e 25 de outubro, a ‘Lei Seca’, proibindo a venda de bebidas alcoólicas, com o objetivo de conter a transmissibilidade do vírus.

O chefe do Executivo estadual já havia anunciado na semana passada que os integrantes do Centro de Operações Emergenciais (COE) iriam investigar e se reunir para discutir o crescimento dos dados,  para poder avaliar e tomar novas decisões. Outra medida do governo será ampliar as equipes do programa Busca Ativa, para realizar o monitoramento dos casos na regiões de mais elevação de casos. 

A ação contará com o reforço na fiscalização em relação às aglomerações de pessoas ou consumo de bebidas em locais públicos e direção sob efeito de bebida alcoólica, com apoio da Polícia Rodoviária Federal, Polícia Militar, Civil, Vigilância Sanitária e Ministério Público Federal.  Segundo o Secretário Estadual de Saúde, Florentino Neto, a elevação se deu devido o descumprimento das normas sanitárias dos protocolos estabelecidos.

LEIA MAIS:  Secretaria vai tomar medidas para evitar segunda onda de Covid no Piauí

Wellington Dias anuncia Lei Seca no próximo final de semana (Ascom)

“Em uma primeira análise, os técnicos do COE observam que essa elevação do número de óbitos e de novos casos se deve ao descumprimento das normas sanitárias que estão estabelecidas pelos nossos protocolos", disse.   O Piauí registrou 9 mortes e 194 novos casos de coronavírus nas últimas 24 horas, mostrou o boletim epidemiológico divulgado na noite deste domingo (18) pela Secretaria de Saúde. O total de óbitos subiu para 2.295 e os casos confirmados saltaram de 106.200  para 106.394 no Estado.

Durante entrevista ao programa Bom Dia Meio Norte, o secretário falou sobre uma possível segunda onda de transmissão e disse o COE tomará novas medidas, que serão publicadas em um novo decreto estadual.  “A nossa responsabilidade nesse momento é o que nós estamos vendo dia a dia, o numero de casos de Covid aumentando, numero de óbitos também, nos estávamos em uma média que dava uma condição de estabilidade, tínhamos um declínio e agora voltamos a ter uma média que demonstra uma perspectiva de crescimento, tudo isso nos coloca em um nível de responsabilidade. Sabemos das dificuldades que passamos, o Piauí foi um dos estados que teve o enfrentamento da covid exemplar, mas agora nós realmente temos uma elevação de casos dia a dia em mais de 200 municípios”, afirmou.


Municípios suspendem campanha eleitoral 

Aumentou para 14 os municípios que suspenderam campanha eleitoral para barrar aumento da Covid-19 no Piauí. A Promotoria de Justiça Eleitoral da 69ª Zona e os candidatos às eleições majoritárias dos municípios de Nova Santa Rita, Pedro Laurentino e Capitão Gervásio Oliveira, realizaram reuniões que resultaram na celebração de Termo de Ajuste de Conduta, para suspender atos de campanha coletivos, como comícios, carreatas, caminhadas e reuniões agendadas pelos candidatos até o dia 30 de outubro de 2020.  Antes, 11 municípios do Piauí tinham suspendido as campanhas eleitorais por causa do aumento de casos e mortes por Covid-19 no Estado.

“Algumas cidades por si só já buscaram tomar medidas restritivas a campanha eleitoral, isso é importante, demonstra um compromisso e o entendimento dessas pessoas, no entanto nós temos que entender que temos que tomar medidas mais gerais, que possam atingir todos os municípios. Essas medidas vão ser tomadas ainda hoje pelo Centro de Operação de Emergência, vão fazer parte de um decreto estadual e esse decreto pode ser utilizado pela justiça eleitoral. A gente sabe que o direito de participação politica é constitucional, a autoridade sanitária não pode restringir, mas a partir do momento que a autoridade sanitária expõe as dificuldades, as consequências com aglomerações, passeatas, carreatas, comícios, efetivamente a justiça eleitoral leva em consideração o pronunciamento das autoridades”, finaliza. 

LEIA MAIS:  Aglomerações: MPPI proíbe prefeito de promover comícios e carreatas




 


Tópicos
Compartilhe
Não venda minhas informações pessoais

Central do usuário

Login pelas Redes Sociais

Nunca postaremos nada em seu nome


Login por e-mail

Use sua conta cadastrada por e-mail

Não tem conta no meionorte.com?

Cadastre-se

Podcast

Selecione seus podcasts

atualizar