Piauí terá oito novas unidades de conservação ambiental

Dois novos parques estaduais estão em fase de criação

Em reunião com o secretário Ziza Carvalho, da Secretaria Estadual do Meio Ambiente e Recursos Hídricos do Piauí (Semar), o governador Wellington Dias, no Dia Internacional do Meio Ambiente, encaminhou trâmites para a criação de novas unidades públicas de preservação ambiental. De acordo com o governo, nos próximos dois anos, o Piauí, que atualmente possui 8 unidades de conservação estadual, contará com 12 unidades de reserva ambiental.

O secretário Ziza Carvalho garante que já está em tramitação o processo de delimitação das reservas.

“Discutimos a questão da criação, por parte do Estado, das novas unidades de conservação que a Semar está criando, a pedido do governador Wellington Dias. São mais oito unidades de conservação. Destas, seis são de uso sustentável, são áreas de preservação ambiental nas nascentes dos principais rios do Piauí. Todas essas unidades de conservação já estão com estudos socioambientais concluídos, produtos entregues para a Semar pelas entidades contratadas para esses estudos. Estamos na fase das audiências públicas para as consultas públicas que a lei nacional de conservação exige”, explicou o gestor da Semar.

Expedição ao Cânyon do Poty (Crédito: Paulo Barros)
Expedição ao Cânyon do Poty (Crédito: Paulo Barros)

Além da criação das oito Áreas de Preservação Ambiental, o governo prevê a categorização de dois novos Parques Estaduais.

“A APA do Rangel, em Curimatá está sendo transformada no Parque Estadual do Rangel, que é uma unidade de conservação de proteção integral e o Parque Estadual do Cânion do Poty, que está em fase bem avançada”, contou Ziza.

A Semar tem a proposta de recategorizar, com ampliação da área, a APA do Rangel, localizada nos municípios de Redenção do Gurguéia e Curimatá, transformando-a em Parque Estadual. Para isso, houve uma consulta pública realizada no final de maio. Para o Parque Estadual do Cânion do Poty, foram realizadas nesse final de semana palestras e expedições na cidade de Pedro II, onde foi exposto o Plano de Trabalho para as atividades nas área de conservação. Além de relevantes riquezas naturais, a região possui diversos parques arqueológicos já cadastrados.

Expedição ao Cânyon do Poty (Crédito: Paulo Barros)
Expedição ao Cânyon do Poty (Crédito: Paulo Barros)

“Estamos finalizando o relatório final do estudo socioambiental da demarcação da área do parque, que é de mais ou menos 6,8 mil hectares o que vai resultar no ato de decreto de criação do Parque”, informou o secretário Ziza Carvalho.

Expedições no Cânion

Este final de semana, em alusão ao Dia Mundial do meio Ambiente, membros de órgãos públicos, ambientalistas e equipes de aventureiros realizaram expedições na área da Serra da Ibiapaba. Organizada pelo coletivo Pense Piauí, a ação reuniu deputados Estaduais, arqueólogos da universidade federal, membros do Tribunal de Contas, fotógrafos e equipe da Semar.

Fonte: Portal Meio Norte
logomarca do portal meionorte..com