Picos registra redução nos casos de HIV, mas sífilis cresce

Sífilis o cenário é preocupante, dizem autoridades

O Centro de Testagem e Aconselhamento de Picos (CTA) registrou, até novembro de 2016, 23 casos de HIV. Até o momento, nove notificações a menos do que foram registradas em 2015, quando durante todo o ano foram diagnosticados 32 casos de Aids.

Sobre a redução, a coordenadora do órgão, Ozeany Voeira atribui principalmente às formas de prevenção e a disseminação de informações. “Atribuímos isso as formas de prevenção e a adesão ao tratamento porque a partir do momento que aquela pessoa faz o tratamento, sabe o diagnóstico da doença, ela vai se prevenir, estará orientando outras pessoas a estar se prevenindo e evitar a contaminação”, disse.

Já para a sífilis o cenário é preocupante. Até novembro foram diagnosticados 97 casos, 19 a mais do que 2015. O órgão não diagnosticou nenhum caso de hepatite até o momento.

O CTA, que realiza exames de HIV, sífilis, hepatite B e C, atende todos os municípios que compõem o Vale do Guaribas, realizando assim uma média mensal de 450 exames.

Image title

Image title


Fonte: Grande Picos
logomarca do portal meionorte..com