Polícia instaura inquérito para apurar morte de criança em açude

O laudo do IML será analisado pela Polícia Civil

A Polícia Civil de Água Branca instaurou um Inquérito Policial para apurar as causas da morte de Rafaela, 12 anos de idade, ocorrido na tarde do último sábado (02), por afogamento, enquanto tomava banho com colegas no açude da cidade. A polícia vai apurar se existe outros elementos envolvidos na morte da criança.

Dr. Ricardo Moura, delegado da Polícia Civil de Água Branca baixou portaria abrindo um inquérito para apurar as verdadeiras causas da morte. Pessoas da família da criança e testemunhas serão ouvidas na delegacia. O inquérito deverá estar pronto em até 30 dias. O laudo do IML será analisado pela Polícia Civil.


Entenda

Rafaela morreu, por afogamento, enquanto tomava banho com alguns colegas no açude de Água Branca. Na ocasião, a criança foi levada para a sede do Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu), no bairro São Luiz e, em seguida, para o Hospital Municipal Senador Dirceu Mendes Arcoverde, mas já deu entrada na unidade de saúde em óbito.

 

Fonte: Com informações do Canal 121
logomarca do portal meionorte..com